Suspeito morto pela polícia era assessor de vereador

Foto: Reprodução/TV Globo

Por G1 Pernambuco

Um assaltante morto na terça (25), durante um ‘arrastão’ para roubar armas de vigilantes, estava foragido, com mandado de prisão em aberto por homicídio, e tinha passagens pela polícia por assalto a banco e roubo de armas. Além disso, era assessor de um vereador na Câmara Municipal do Recife, onde recebia um salário de quase R$ 10 mil líquidos.

André Alexandre Xavier dos Santos Júnior era assessor, em cargo comissionado, do vereador Felipe Francismar (PSB) desde o dia 16 de fevereiro deste ano. Como um mandado de prisão contra André foi emitido pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) em 25 de janeiro, ele foi contratado quando já estava foragido.

Veja também:   Mulher leva chute de namorado no rosto

O crime que originou o mandado de prisão foi um homicídio em janeiro de 2022. O documento judicial aponta que, junto com suspeitos ainda desconhecidos, por motivo fútil e com recurso que tornou impossível a defesa da vítima, André matou um homem identificado como Luiz Fernando da Silva Tertuliano a golpes de chave de roda.

A reportagem da TV Globo apurou que, em maio de 2017, André participou de um assalto, junto com outros quatro criminosos, a uma agência da Caixa Econômica Federal localizada no bairro do Espinheiro, na Zona Norte do Recife. No ano seguinte, em 2018, André foi condenado pela Justiça Federal a 10 anos e seis meses de reclusão por roubo consumado, com uso de arma de fogo.

Veja também:   Estudantes e professores de Triunfo terão aula sobre o cangaço

A reportagem do g1 tentou contato com o vereador Felipe Francismar, mas não obteve resposta até a última atualização desta reportagem. Por ligação, a assessoria de comunicação do PSB informou que não iria se pronunciar sobre o caso.

 

Roubo com duas mortes

 

De acordo com a Polícia Civil, André estava fazendo um “arrastão”, junto com outro homem que fugiu do local, para roubar armas de vigilantes em estabelecimentos localizados entre o Centro e bairros da Zona Norte do Recife.

Os bandidos também realizaram assaltos nas seguintes instituições:

  • Instituto de Educação de Pernambuco (IEP), em Santo Amaro, no Centro do Recife;
  • Escola Especial Ulisses Pernambucano, também em Santo Amaro;
  • Conselho Estadual de Educação, nas Graças, na Zona Norte da capital.

Imagens de uma câmera de segurança enviadas para o WhatsApp da TV Globo mostram o assalto na Escola Especial Ulisses Pernambucano. É possível ver um homem de colete e capacete entrando na escola e rendendo o vigilante