Assaltantes armados fazem arrastão em van de turistas de ST

Publicado às 19h desta terça (15)

Imagem ilustrativa

Um grupo de serra-talhadenses que viajava em uma van de viagens e excursões foi alvo de assaltantes na madrugada do último domingo (13).

O caso aconteceu por volta das 3h na BR-104, nas proximidades da cidade de Agrestina, no Agreste de Pernambuco. Seis vítimas procuraram a Delegacia de Polícia Civil de Serra Talhada para denunciar, entre eles haviam um menor de idade.

O arrastão realizado entre os 18 passageiros do veículo no meio da rodovia federal levou dos serra-talhadenses pelo menos quatro aparelhos de celular, R$ 585 em dinheiro, diversos documentos, relógio, malas e bolsas com os pertences pessoais das vítimas.

Veja também:   Homem é assassinado a tiros na frente da casa dele no Agreste de Pernambuco

ESTRADA ESBURACADA 

As vítimas seguiam em excursão para a cidade de Maragogi-AL numa van, estava chovendo e o veículo caiu em um buraco na rodovia. O motorista parou para ver o pneu e quando um automóvel Corsa Classic encostou e desceram cinco homens armados de pistolas e facões. Anunciando o assalto.

Três deles adentraram na van, tomaram a direção e os levaram por uma estrada vicinal para dentro da mata, lá eles mandaram os 18 passageiros da van descerem do veículo e os homens deitarem-se, já as mulheres e crianças se ajoelharem. Os suspeitos pegaram duas sacolas e começaram a recolher os pertences como celulares, carteira e relógios dos passageiros.

Veja também:   Bandidos assaltam caminhoneiro em ST

FUGA ATRAPALHADA

O motorista da van foi agredido com coronhadas na cabeça e ameaçavam os passageiros o tempo todo mandando-os olhar para o chão. Atrapalhados, os assaltantes na hora da fuga deixaram uma sacola de roupas e deixaram outra com alguns celulares, bem como um facão usado durante o assalto. Em seguida, os homens tomaram destino ignorado no corsa.

Com alguns celulares foram recuperados, as vítimas tentaram acionar a Polícia Militar, mas não souberam informar a localização exata a polícia. Após conseguir retornar a rodovia, os serra-talhadenses tentaram registrar o caso em Caruaru-PE, mas foram informados que deveriam prestar a queixa em suas cidades de origem.

Veja também:   2014: Após rompimento, ex-vereador diz que foi tratado como inimigo por deputado petebista