Homem é condenado a mais de 23 anos de prisão em Serra Talhada

Fotos: Licca Lima/Farol de Notícias

Após torturar, matar com um objeto perfurocortante e abandonar o corpo do jovem Wanderson da Silva Ferraz, 23 anos no cemitério municipal de Serra Talhada, o acusado Jackson Ferreira de Souza, 28, foi condenado a 23 anos 6 meses e 5 dias de reclusão pelo júri popular.

A sentença foi pronunciada na tarde desta quarta-feira (13), no Fórum da Comarca de Serra Talhada. O réu foi denunciado e condenado por decisão unânime do júri por homicídio qualificado com motivo torpe através de meios cruéis, impossibilitando a vítima de se defender.

Veja também:   Carlos Evandro sobre Duque: "Ele pagou com traição a quem tanto lhe deu a mão"

A Defensoria Pública tentou diminuir a pena alegando que haveria diversas inconsistências no processo e que o motivo para Jackson ter matado Wanderson, que seria a disputa por um ponto de venda de drogas, não era uma justificativa concreta para uma condenação mais severa.

Jackson foi encaminhado para o presídio público do município de Salgueiro onde cumprirá inicialmente a pena em regime fechado.

CONFIRA FOTOS

Homem é condenado a mais de 23 anos de prisão em Serra Talhada Homem é condenado a mais de 23 anos de prisão em Serra Talhada

Homem é condenado a mais de 23 anos de prisão em Serra Talhada Homem é condenado a mais de 23 anos de prisão em Serra Talhada Homem é condenado a mais de 23 anos de prisão em Serra Talhada Homem é condenado a mais de 23 anos de prisão em Serra Talhada

RELEMBRE O CASO

Delegacia prende suspeito de matar jovem no cemitério de Serra Talhada