Deputado Gilmar Júnior - Foto: Ascom / Felipe Soares
Deputado Gilmar Júnior – Foto: Ascom / Felipe Soares

Da Assessoria

A assistência às crianças com microcefalia será discutida por várias comissões da Casa, junto com gestores, autoridades e população.

O pedido foi feito pela sociedade civil organizada. Germana Soares, presidente da ONG União Mães de Anjos, esteve em vários gabinetes da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe) para denunciar o atraso na realização de cirurgias de urgência em 135 crianças, para a colocação de próteses nas pernas, por conta da luxação nos quadris.

O pleito foi atendido pelo deputado Gilmar Júnior (PV), que não somente publicou o Projeto de Lei 1799/2024, que tramita em regime de urgência.

Veja também:   Duque alerta sobre insegurança no Vila Bela e diz que deixou viaturas

Estimando prazo máximo de 45 dias para cirurgia ortopédica de urgência em pacientes com microcefalia, como propôs uma audiência pública sobre o tema.

A data foi firmada nesta terça-feira (16), durante reunião da Comissão de Saúde. Será no dia 29 de abril, às 10h, na Alepe.

Receba as manchetes do Farol de Notícias em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

“O assunto é de tamanha importância e urgência que faremos uma audiência conjunta. Participarão a Comissão da Saúde, a Comissão em Defesa da Mulher, a Frente em Defesa dos Profissionais de Enfermagem e, provavelmente, a Comissão de Direitos Humanos. Esta Casa está unida em defesa dos direitos dessas 135 crianças e das famílias, que sofrem dia e noite à espera das próteses para essas cirurgias. Vamos dar lugar de fala a essas mães desesperadas e indignadas e cobrar, sem medo e com veemência, do governo do estado, prazos e planejamento para o cuidado com essas vidas, já há muito prejudicadas pela ineficiência da gestão estadual”.

Veja também:   NA ALEPE, Augusto César faz discurso em homenagem aos garis de Pernambuco