Do Metrópoles

Um atirador morreu após ataque com arma de fogo na cidade estadunidense de Tulsa, no estado de Oklahoma (EUA), nesta quarta-feira (1º/6). Informações iniciais são de que o homem, armado com um rifle e uma pistola, atingiu várias pessoas. Até o momento, quatro óbitos foram confirmados além do suspeito.

O ataque foi direcionado ao hospital St. Francis. A polícia ainda não forneceu o número oficial de vítimas, que ainda estariam sendo socorridas por ambulâncias no local.

O capitão Richard Meulenberg informou à imprensa local que ainda não é possível saber se o atirador se matou ou se foi morto pela polícia.

Policiais vasculharam os cômodos do prédio para identificar outras possíveis ameaças adicionais. Polícia de Tulsa anunciou “vários feridos e várias potenciais vítimas”. Militares que atenderam a ocorrência definiram a situação como “catastrófica”.

O chefe do departamento de polícia da cidade, Wendell Frankin, confirmou que a equipe respondeu a um chamado de incidente envolvendo um atirador ativo, que é como os tiroteios são inicialmente reportados.

Veja:

“Por favor, fique longe da área”, pediu o delegado. “Atualizaremos a mídia assim que conseguirmos obter detalhes.”

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, foi informado sobre o ataque. Ele teria oferecido apoio aos líderes locais.

Veja também:   Guarda Municipal é assassinado em Tabira