Fotos: Arquivo Pessoal

Publicado às 18h desta quinta (12)

O mundo das artes é cheio de peripécias e grandes histórias. Em Serra Talhada um dos atores, escritores e diretores mais renomado da região comemora 27 anos de dedicação e luta nas artes. Carlos Sett, 43 anos, tem o nome de batismo Luiz Carlos da Silva Aquino, nascido no Sítio Cacimbinha, do distrito de Caiçarinha da Penha. Foi na Escola Methódio de Godoy que começou a representar e militar pela arte e cultura serra-talhadense.

“Eu nasci em casa, de parteira. Não tive contato com TV, com energia elétrica, a primeira vez que assisti televisão foi aos 12 anos de idade quando minha mãe decidiu vir para a cidade. Estava fadado e a ser um homem da roça como meus pais. Mas em 1995, já morando na sede do município, participei de uma oficina de teatro e fui arrebatado pela arte de representar e o faço até hoje. Em 1998 fui pela primeira vez a Recife me inscrever em um curso de teatro e vídeo. Em 2002 prestei provas do SATED e tirei meu DRT de Ator em 2019 o DRT de diretor de teatro”, traçou o roteiro artístico.

Vida de Escada em 1995 aos 16 anos

Juntamente com a carreira de ator e diretor de teatro, Carlos Sett desenvolveu o gosto e a técnica pelo fazer literário, que lhe rendeu quatro livros publicados. O artista é membro fundador da Academia de Serra-Talhadense de Letras. Em conversa com o Farol de Notícias, o experiente ator comentou que vê com bons olhos as futuras gerações de artistas que já apontam nos palcos e grupos culturais da região.

“Eu costumo dizer que o nosso trabalho é de arte, mas também de militância artística, que a gente tem que manter vivo o fazer ou o movimento artístico, existindo e resistindo, do que propriamente o glamour dos grandes centros de produções cinematográficas ou teatrais. Tem uma galera nova chegando, temos uma gama de atores e atrizes trabalhando na cidade, no Massacre, na Via Sacra e outros espetáculos pontuais. Além de trabalhos como Dani, Ícaro e Gil, o Gilberto, o Leonam que são da minha equipe e a própria fundação Cabras de Lampião”.

Veja também:   Dia Nacional da Luta Antimanicomial reforça inclusão
Peça de minha autoria Sem trabalho… Porquê? em 1998

Carlos Sett traz em seu currículo mais de duas dezenas de espetáculos e esquetes teatrais dos quais citamos: Vida de Escada; Confissões – Uma Comédia Divina e “Casa de Mãe Chica”, de sua autoria; Jesus & Judas, O Rapto da Cebolinhas; Os Malefícios do Tabaco; Neurose – A Cidade e Seus Sentidos; Elas & Ele – Uma Comédia Musical; Fulana, Sicrana, Beltrana; Voar é Com os Pássaros. Atuações na Paixão de Cristo de Triunfo (2002 a 2004), Na Via Sacra do Bom Jesus e no grandioso espetáculo O Massacre de Angico – A Morte de Lampião, dentre outras produções e eventos.

VIDA MARCANTE

Há quem diga que a arte imita a vida, e toda vida é marcada por momentos emocionantes. Com o nosso ator serra-talhadense não seria diferente. Em meio a conversa cheia de saudades e lembranças bonitas de sua trajetória, Carlos relembrou o momento que o drama de um assalto durante turnê de apresentações no Agreste de Pernambuco por pouco não encerrou sua carreira.

“Em 2004 viajei pra Holanda em um Intercambio Socio-cultural-religioso, já é 2005 fomos pela primeira vez com um espetáculo para o Festival de Teatro em Caruaru. Quatro ano depois, participando desse mesmo festival em Caruaru sofri um assalto no qual tomei um tiro ficando em UTI e por quase 20 dias internado. Após a recuperação iniciamos um processo de reconstrução da identidade e da forma de pensar a arte, desse momento que vem o ‘Sett’, até então assinava como Carlos Silva. Em 2013 participo do filme Bicho de 7 Letras e hoje já são 10 filmes, um seriado, diversos vídeos, clips e VTs para televisão”, comentou o talentoso artista.

Vida longa a Carlos Sett!

Veja também:   Agências disponibilizam mais de 500 vagas nesta 2ª
Neurose – A Cidade e Seus Sentidos – 2009 – foto de Alvaro Severo
Espetáculo Jesus & Judas em 2012 – foto de Alejandro Garcia
Filme P.S em 2021 – foto de Hícaro Nogueira
Espetáculo Confissões – uma comedia divina de minha autoria em 2007
Filme Um Mundo da Cor de Todos que será lançado este mês – foto de Erick Vinicius
Vídeo curto O Matuto Sabido em 2014 – foto de Costa Jr.