Aumento da violência leva Duque a cobrar batalhão para ST

O deputado Luciano Duque (SD) foi à tribuna da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), nessa segunda-feira (26), para cobrar mais segurança para Serra Talhada.

Levando números da violência em 2023 na capital do xaxado, o deputado serra-talhadense fez um apelo a governadora Raquel Lyra, para que instale no município o Biesp, uma vez que há uma estrutura já pronta. O equipamento está previsto para ir para Arcoverde, Sertão do Moxotó.

Esta possibilidade deixou irritado setores do empresariado, que chegaram a procurar a prefeita Márcia Conrado (PT), para que agisse no sentido de trazer o equipamento. Porém, a cobrança efetiva partiu do deputado.

Veja também:   Corpo de Paulinha Abelha é velado em Aracaju

Receba as manchetes do Farol de Notícias em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

“Venho aqui hoje com uma preocupação com o meu município, Serra Talhada. Nós resgatamos a questão do 14º BPM e vínhamos trabalhando a questão do BIESP (Batalhão Integrado Especializado do Sertão e Policiamento do Interior). Nós viemos fazer um apelo a governadora Raquel Lyra para que leve o Biesp para Serra Talhada”, declarou Luciano Duque, justificando com números da violência.

“Em 2023 foram registradas 21 mortes violentas em Serra Talhada. 738 casos de violência doméstica, pasmem. Precisamos retomar a discussão da delegacia da mulher em Serra Talhada. Neste ano já tivemos mortes bárbaras em Serra Talhada. É necessário e urgente o Biesp em nossa cidade para o combate a assaltos, tráfico de drogas, porte ilegal de armas, desarticulação de grupo de extermínios. Temos uma área doada e estruturada num bairro próximo ao centro da cidade, que vai agilizar a implantação desse equipamento”.

Veja também:   Concurso na PB encerra inscrições nesta segunda