Bebê nasce com órgão fora do corpo e é salvo com papel filme
Pezinhos de um bebê – Foto: Freepik

Da Folha de PE

Um bebê foi salvo por médicos, que o enrolaram em papel filme, após nascer com as trompas de falópio, ovários e intestinos “para fora” da barriga. Dorothy Montgomery, atualmente com um mês de vida, foi diagnosticada com gastrosquise, um defeito congênito da parede abdominal que forma um buraco e permite a saída de órgãos.

A mãe da criança, Sadie, moradora da cidade de Amesbury, na Inglaterra, revelou que não conseguia olhar para a filha ao ser avisada sobre o que estava ocorrendo após o nascimento.

Veja também:   Qual é o câncer de Kate Middleton?

“Os médicos tiveram que envolvê-la em filme plástico para mantê-la úmida por dentro. Eu simplesmente não conseguia suportar ver isso”, conta a mulher de 21 anos.

A cabeleireira descobriu sua gravidez em 18 de agosto de 2023, quando já estava com sete semanas. O primeiro exame feito por ela não detectou nenhum problema com o bebê. Mas o segundo deixou os médicos preocupados.

“Foi bem na última parte, a enfermeira notou uma ‘massa’ no cordão umbilical, ou onde deveria estar. Tudo que me lembro de ouvir foi o consultor me dizendo que as ‘entranhas’ de Dorothy estavam fora de seu corpo”, relata a mãe de Dorothy.

Veja também:   Charles III promete servir aos britânicos por toda a vida, como Elizabeth II

Depois dela já ter nascido, os médicos encontraram uma solução para o defeito no abdomen. Eles o resolveram utilizando tiras de compressão para empurrar os órgãos vitais de Dorothy de volta ao corpo e a criança não precisou de nenhum tratamento adicional.