O projeto (plástico biodegradável a base de mandioca), dos alunos da Escola Municipal Dr. Paulo Pessoa Guerra, no município de Flores-PE, foi aprovado no processo de seleção para participantes da 3ª Mostra Nacional de Feiras de Ciências, Edição 2022.

Quarenta projetos científicos da educação básica de todo o território nacional, atenderam as condições definidas no edital; que tem a assinatura da Fundação Guimarães Duque, instituição criada com a finalidade de dar apoio a projetos de pesquisa, ensino, extensão e de desenvolvimento institucional, científico e tecnológico, de interesse das instituições federais de ensino superior (IFES) e também das instituições de pesquisa.

O professor Romário Nunes da unidade de ensino municipal, explica que: “Em 2020 nós participamos da feira estadual que é realizada pelo Espaço Ciência, onde desenvolvemos um bioplástico a base de mandioca uma planta nativa de nossa região, que ele é capaz de se degradar em até 4 (quatro) meses, enquanto o plástico convencional leva cerca de 500 anos”.

Veja também:   PE tem 47 de casos de varíola dos macacos

Além do professor Romário, integram a equipe, o aluno João Pedro Guimarães; a aluna Maria Luiza e o gestor escolar Igor Santana.

Para o prefeito do município, Marconi Santana, a conquista é fruto do apoio e investimentos assegurados pela administração municipal.

A 3ª Mostra Nacional de Feira de Ciências, Edição 2022 já tem data marcada para acontecer; novembro deste ano, 2022, durante evento promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações – MCTI, em Brasília.