Bolsa família de fevereiro é pago acima de R$ 600; confira a novidade

Do FDR

De acordo com o MDS (Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome), o valor do benefício continuará em R$ 600.

Além do benefício mínimo, acontecerão três pagamentos adicionais, serão eles:

  • Benefício Variável Familiar Nutriz, que paga seis parcelas de R$ 50 a mães de bebês de até seis meses de idade, para garantir a alimentação da criança;
  • Benefício Variável Familiar, que paga um acréscimo de R$ 50 a famílias com gestantes e filhos de 7 a 18 anos e outro;
  • E outro acréscimo de R$ 150 para a famílias com crianças de até 6 anos.

A partir deste ano, aqueles que recebem o benefício do Bolsa Família não terão mais o desconto do Seguro Defeso, que era pago a pessoas que sobrevivem exclusivamente da pesca artesanal. A mudança foi estabelecida pela Lei 14.601/2023, que resgatou o Programa Bolsa Família (PBF).

Veja também:   Homem é preso por deixar a mulher em cárcere privado desde o Natal

Calendário Bolsa Família de fevereiro

cronograma de pagamentos do mês de fevereiro foi pensado de acordo com o último número do NIS (Número de Identificação Social) de cada beneficiário. Com isso, confira as datas de recebimento de cada NIS:

  • NIS terminado em 1: 16 de fevereiro;
  • NIS terminado em 2: 19 de fevereiro;
  • NIS terminado em 3: 20 de fevereiro;
  • NIS terminado em 4: 21 de fevereiro;
  • NIS terminado em 5: 22 de fevereiro;
  • NIS terminado em 6: 23 de fevereiro;
  • NIS terminado em 7: 26 de fevereiro;
  • NIS terminado em 8: 27 de fevereiro;
  • NIS terminado em 9: 28 de fevereiro;
  • NIS terminado em 0: 29 de fevereiro.

Benefícios do Bolsa Família

Benefício de renda de cidadania, complementar, primeira infância e outros três! O Bolsa Família conta com benefícios diversificados e que se aplicam a situação de cada membro da família. Confira abaixo os benefícios existentes no programa:

  • Benefício de Renda de Cidadania (BRC): R$ 142 por membro da unidade familiar;
  • Benefício Complementar (BCO): Valor adicional para famílias que a soma dos benefícios não chegue a R$ 600;
  • Benefício Primeira Infância (BPI): Acréscimo de R$ 150 por criança de zero a sete anos;
  • Benefício Variável Familiar (BVF): Adicional de R$ 50 para gestantes e jovens de 7 a 18 anos;
  • Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN): Suplemento de R$ 50 para cada integrante com até sete meses de idade (nutriz);
  • Benefício Extraordinário de Transição (BET): Concedido até maio de 2025 para garantir que nenhum beneficiário receba quantia inferior ao que era pago durante o Auxílio Brasil, programa do governo anterior.
Veja também:   Jucá cita nome de FBC para presidência