Do Diario de Pernambuco

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não para de polemizar  e, por isso, continua tendo grande repercussão nas redes sociais.

Na manhã deste domingo (25/04), no Twitter, a audiência de Bolsonaro tem a ver com a entrevista dada pelo mandatário ao apresentador do Alerta Nacional Sikêra Júnior, da Rede TV!, na sexta-feira (23/04).
A entrevista com Bolsonaro foi gravada em Manaus (AM), onde o presidente aproveitou para protagonizar brincadeiras com uma pessoa vestida com cabeça de burro e fazer piadas homofóbicas.
Depois  da entrevista, nos bastidores, rodeado por parte de seus ministros, o presidente posou para uma foto com uma placa escrita “CPF Cancelado”.
A gíria “CPF Cancelado” é também usada em contexto de policiais e grupos de extermínio,  em alusão a alguém que foi assassinado por outro membro ou facção.
Repercussão
Parlamentares de oposição criticaram a foto por conta da pandemia. Nesse sábado (24/04), destacaram que, enquanto Bolsonaro fazia pose ao lado dos aliados e com a placa, o Brasil acumulava 386.416 mortos pela COVID. Somente nas últimas 24 horas, o país perdeu 3.076 pessoas para a doença, chegando aos 389.492 mortos.