Publicado às 06h40 deste domingo(12)

Por Edson Nunes (ENO) Empresário e colunista do Farol

Bolsonaro tem pressa!

O Paulo Guedes, servidor do grande capital nacional e Internacional precisa concluir sua tarefa logo. A certeza da derrota do Bolsonaro faz ele perder o seu parceiro que diverte e desvia a atenção de muitos enquanto “passa a boiada”. Desmonta o estado Brasileiro com a pareceria impecável do Arthur Lira e seu Centrão.
O Centrão que também manda no Presidente e no seu governo. Nessa esfera, o Brasil com os gringos e o Centrão, nadam nos lucros maiores da história, no orçamento secreto, etc.

Em pouco tempo já entregaram até a Eletrobras, no final da feira, poucos meses antes do término do mandato.

A destruição da nação brasileira entregando a sua soberania ao capital internacional, sob a batuta dos EUA, planejador e coordenador do golpe de 2016, com o apoio do juiz parcial da ‘republica’ de Curitiba. Já levaram 5 Refinarias, Petrobras BR, Petrobras Transpetro, Petrobras Fertilizantes, Campos de produção e Unidades de processamento de gás natural do Norte Nordeste, Transportadora Associada de Gás, parte do Petróleo do Pré Sal.
-Em em andamento 15 terminais de Aeroportos. Correios e o restante da Petrobras.
-Já aconteceu a extinção da Companhia de Docas do Maranhão, Companhia de Armazéns e Silos do Estado de Minas Gerais, etc.

Veja também:   Confira a previsão de hoje (11/08) para seu signo

Sobra para brasileiros preços estúpidos nos insumos energéticos, nos fertilizantes oriundas do nosso petróleo, na nossa energia elétrica. Insumos e infraestrutura desmontada, o que obriga a subida de preços de alimentos e de tudo o que o Brasil produz. Prossegue com cortes nos investimentos da agricultura familiar, prioridade para exportação do Agronegócio, ampliar lucros desse setor parceiro do Bolsonaro, e assim reduz a oferta de alimentos no Brasil, matando o seu povo de fome.

Essa nação abençoada tinha alcançado zerar a fome dos brasileiros. É dona da sua Energia Elétrica, do seu Petróleo, das águas que movimentam turbinas gerando energia, segundo maior exportador de alimentos do mundo, “foi submetida ao maior assalto da sua história, após o golpe de 2016. Sem um tiro ou invasão militar, passou a ser território dos Estados Unidos da América. Isso resultou em 33 milhões de Brasileiros na fome
e mais de 125 milhões com insegurança alimentar. Um flagelo de pós Guerra com mais vítimas do que a guerra e invasão do Iraque, Afeganistão, Ucrânia, etc.

Veja também:   Empresário serra-talhadense é alvo da PF

Viva Bolsonaro, Paulo Guedes e Arthur Lira, eles conseguiram colocar o Brasil na Liderança do mundo como o segundo maior exportador de alimentos e com milhões de Brasileiros morrendo de fome! O que mais
armou as Milícias com a sua política de armas de fogo para cidadãos “do crime organizado. Ajudou no crescimento de grileiros ilegais; fortaleceu trafico de madeiras, traficantes de drogas, garimpo e pesca ilegal na Amazônia. Alcançou recordes de incêndios e desmatamento na Amazônia; um dos líderes no mundo com 670 mil mortes
na pandemia; facilitou o genocídio e extermínio de índios; Incentivou a violência com mortes praticadas pelas forças de segurança dos Estados; Campeão processos no Judiciário identificados pela Jusbrasil que encontrou 505 processos de Jair Messias Bolsonaro, condenado a pagar indenização por dano moral de R$100 mil a
jornalista do Uol e outras anteriores; Campeão com 143 pedidos de impeachment; Premiado por processos em tribunal internacional, na ONU e Tribunal Penal Internacional; Recebendo o honroso título de governo mais Corrupto e perverso da história, fazendo inveja a Mussolini e Hitler.

Veja também:   Veja programação religiosa e procissão em ST

Como incentivo para tentar enganar até às eleições pode as redes de supermercados que congelem os seus preços, aos governadores que levem seus estados a falência para baixar o preço do óleo diesel…

Dá para concluir que o Bolsonaro honra o seu compromisso, favorável a tortura e matar mais de 30 mil, que eleição não resolve nem muda nada, tem que ser na Ditadura mesmo. De fato isso ele já fez muito bem. O Centrão já negocia para o Bolsonaro e família não serem presos após a eleição.