Da CNN

Foto: Amanda Perobelli/Reuters

O Brasil registrou nesta segunda-feira (10) 34.788 casos de Covid-19. Com isso, passou a ter a maior média móvel de casos de Covid-19 (relativa aos últimos sete dias) desde 29 de julho de 2021, quando a média estava em 45.094 casos.

Dados compilados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) junto aos governos estaduais mostraram que o Brasil registrou 110 mortes em decorrência da Covid-19 nas últimas 24 horas — atingindo 620.091 óbitos pela doença.

Os estados também notificaram 34.788 novas infecções por coronavírus. Todas as unidades enviaram dados ao Conass.

O CEO da farmacêutica Pfizer, Albert Bourla, afirmou nesta segunda-feira (10) que uma vacina específica contra a Covid-19 para a variante Ômicron estará pronta em março. Leia mais.

Veja também:   Juiz do TRT acusado de assédio sexual por 30 mulheres pede férias

Saúde pode redefinir nesta 2ª orientações sobre quarentena de pessoas com Covid
O Ministério da Saúde pode bater o martelo sobre novas recomendações relacionadas ao período de quarentena para pessoas infectadas pela Covid-19. Um encontro, nesta segunda-feira (10), deve reunir integrantes da pasta, da Secretaria de Vigilância em Saúde e dos conselhos nacionais dos secretários de saúde dos municípios e dos estados (Conasems e Conass). Leia mais.

Erramos: uma versão anterior deste texto dizia que a média móvel era a maior desde agosto de 2021; na verdade é a maior desde de 29 de julho de 2021. O texto foi atualizado para refletir as informações corretas.

Tópicos