Caixa Tem fará Pix de R$ 1,4 mil na próxima semana
Caixa Tem faz PIX de R$ 950 ao longo desta semana; veja quem recebe (Imagem: FDR)

Por FDR Notícias

Aproximadamente 24,5 milhões de trabalhadores serão contemplados com o Pix de R$ 1,4 mil pelo Caixa Tem ao longo do ano. O benefício é distribuído em calendários distintos, estrategicamente elaborados para facilitar o acesso aos valores por cada grupo atendido.

O primeiro grupo beneficiado pelo Pix de R$ 1,4 mil pelo Caixa Tem é composto por funcionários de empresas privadas que têm direito ao Programa de Integração Social (PIS). A Caixa Econômica Federal (CEF) é responsável pelo pagamento, seguindo um calendário vinculado ao mês de aniversário do beneficiário.

O segundo grupo abrange servidores públicos inscritos no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP), sendo o Banco do Brasil (BB) responsável pela liberação do Pix de R$ 1,4 mil, conforme um cronograma baseado no dígito final da inscrição do servidor.

Quem tem direito ao Pix de R$ 1,4 mil pelo Caixa Tem?

Para receber o PIS/PASEP, o trabalhador precisa constatar o direito ao abono salarial no ano de referência, neste caso, 2022. Em todo o caso, as regras de elegibilidade não foram alteradas nos últimos anos. Sendo assim, é preciso estar de acordo com os seguintes critérios:

  • Estar inscrito nos programas do PIS/PASEP há, pelo menos, cinco anos;

  • Ter trabalhado com carteira assinada por, pelo menos, 30 dias consecutivos ou não;

  • Ter recebido até dois salários mínimos;

  • Ter os dados trabalhistas devidamente informados e atualizados na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Veja também:   Idoso é espancado e encontrado com os braços amarrados

Os principais fatos de Serra Talhada e região no Farol pelo Instagram (clique aqui)

Muitas pessoas se concentram apenas no fato de terem trabalhado por alguns meses durante o ano de referência para o pagamento. Contudo, se esquecem que é preciso ter, pelo menos, cinco anos de carteira assinada, sejam eles consecutivos ou não. Do contrário, o PIS/PASEP não é liberado.

O trabalhador também deve se atentar ao período padrão de inscrição no PIS/PASEP, que é de cinco anos. Somente após este tempo o trabalhador terá direito de receber o primeiro abono salarial, mesmo que já cumpra todos os outros requisitos.

Calendário do Pix de R$ 1,4 mil pelo Caixa Tem

PIS

  • Janeiro – 15 de fevereiro de 2024;

  • Fevereiro – 15 de março de 2024;

  • Março – 14 de abril de 2024;

  • Abril – 15 de abril de 2024;

  • Maio – 15 de maio de 2024;

  • Junho – 15 de maio de 2024;

  • Julho – 15 de junho de 2024;

  • Agosto – 15 de junho de 2024;

  • Setembro – 15 de julho de 2024;

  • Outubro – 15 de julho de 2024;

  • Novembro – 15 de agosto de 2024;

  • Dezembro – 15 de agosto de 2024.

Veja também:   Polícia erradica 37 mil pés de maconha no Sertão

Receba as manchetes do Farol em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

PASEP

  • Inscrição final 0 – 15 de fevereiro de 2024;

  • Inscrição final 1 – 15 de março de 2024;

  • Inscrição final 2 – 15 de abril de 2024;

  • Inscrição final 3 – 15 de abril de 2024;

  • Inscrição final 4 – 15 de maio de 2024;

  • Inscrição final 5 – 15 de maio de 2024;

  • Inscrição final 6 – 17 de junho de 2024;

  • Inscrição final 7 – 17 de junho de 2024;

  • Inscrição final 8 – 15 de julho de 2024;

  • Inscrição final 9 – 15 de agosto de 2024.

Veja também:   Márcia anuncia 3,62% de aumento para Educação; Sintest reage

Tabela de valores do Pix pelo Caixa Tem

  • 1 mês trabalhado – R$ 117,67;

  • 2 meses trabalhados – R$ 235,33;

  • 3 meses trabalhados – R$ 353,00;

  • 4 meses trabalhados – R$ 470,65;

  • 5 meses trabalhados – R$ 588,32;

  • 6 meses trabalhados – R$ 706,00;

  • 7 meses trabalhados – R$ 823,66;

  • 8 meses trabalhados – R$ 941,33;

  • 9 meses trabalhados – R$ 1.059,00;

  • 10 meses trabalhados – R$ 1.176,68;

  • 11 meses trabalhados – R$ 1.294,34;

  • 12 meses trabalhados – R$ 1.412,00.

Consulta do Pix de R$ 1,4 mil pelo Caixa Tem

O cidadão conta com quatro canais de atendimento que podem ser acessados pelo celular para consultar o direito e demais detalhes sobre o abono salarial. São eles:

  1. Ministério do Trabalho e Previdência;

  2. aplicativo da Carteira de Trabalho Digital;

  3. Site Gov.br;

  4. Telefone 158.

Nas duas primeiras alternativas o cidadão precisará fazer o acesso a partir da conta dele junto ao site do Governo Federal, para então ser redirecionado à página original onde poderá fazer a consulta sobre o abono salarial. Na hipótese de consulta pelo telefone, basta seguir as instruções dadas pela atendente virtual até chegar à etapa desejada.