Casal de idosos é esfaqueado em assalto
Avenida Dantas Barreto, no Centro do Recife, onde alemães foram esfaqueados — Foto: Léo Cruz/TV Globo

Por g1 PE

 

Dois turistas alemães foram esfaqueados em um assalto no Centro do Recife. Casados, os idosos têm 79 e 81 anos. Eles estavam em um cruzeiro e desceram do navio para passear na cidade.

O caso aconteceu na quinta (8), na Avenida Dantas Barreto, nas proximidades da Igreja de Nossa senhora do Carmo, no bairro de Santo Antônio. A Polícia Civil registrou o caso no dia seguinte, como “roubo a transeunte”.

Ainda segundo informações repassadas para a polícia, os turistas foram abordados quando tiravam fotos.

Veja também:   “Vamos derrubar Biden”, diz Bannon ao se entregar ao FBI

Equipes de investigação estiveram no local e confirmaram a informação com ambulantes que trabalham no Camelódromo.

Os comerciantes disseram que um deles caiu e bateu com cabeça em um degrau de uma lanchonete, ao lado de um toldo verde.

Identificados como Wolfgang e Werner Duysen Gurkasch, os idosos foram atingidos por golpes de faca, segundo a polícia.

Ainda segundo informações da corporação, eles foram abordados por dois assaltantes, que levaram celulares e óculos. Os ladrões teriam falado com os estrangeiros em português, mas eles não entenderam a língua.

Veja também:   Mulher é morta a golpes de faca em Garanhuns

Wolfgang teve ferimentos superficiais e Werner levou um golpe na cabeça. Em estado mais grave, o estrangeiro foi levado para o Hospital Santa Joana, na área central da capital pernambucana.

Nesta segunda (12), Werner ainda estava internado e Wolfgang acompanhava o companheiro na unidade de saúde, segundo informações repassadas para a TV Globo.

A unidade de saúde informou que solicitaria autorização para poder repassar informações sobre o estado de saúde atualizado da vítima.

O caso está sendo investigado pelo departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na Zona Oeste do Recife.

Veja também:   Vídeo: estrutura da Igreja Submersa está se soltando

O Consulado-Geral Alemão no Recife informou à TV Globo que lamentou o ocorrido e que não poderia comentar casos privados.

O g1 entrou em contato com o Porto do Recife e Secretaria Estadual de Turismo, mas não obteve resposta até a última atualização desta reportagem.