Publicado às 04h10 deste domingo (17)

Alertando para cuidados diante roubos e furtos de celulares em Serra Talhada, o comandante do 14º BPM, coronel Figueiredo, revelou que um aparelho está valendo cinco pedras de crack no mercado do crime na cidade.

A declaração do oficial foi registrada na rádio Vilabela FM nesse sábado (16), indicando que assaltantes estariam aproveitando para negociar os objetos em troca de droga.

“Hoje um celular é trocado por cinco pedras de crack em Serra Talhada”, confirmou Figueiredo.

Ainda, na entrevista, o comandante comemorou a redução de 40% nos crimes contra o patrimônio, após a prisão de suspeitos de assaltos efetuada pelas equipes do 14º BPM ao longo dos últimos meses.

BAIRROS MAIS CRÍTICOS

O comandante Figueiredo detalhou que está fortalecendo a estratégia da polícia em localidades mais críticas em Serra Talhada a partir de um levantamento estatístico realizado em seu batalhão.

Dentre as localidades mais visadas pelos bandidos para a prática de roubos de celular estão o Centro da cidade e os bairros Conceição e Mutirão.

Apesar disso, o coronel ponderou que isso é um retrato do momento, já que o trabalho da polícia no combate ao crime é como “gato e rato”. Indagado sobre o tempo de resposta da PM, quando é acionada,

Figueiredo disse que a chegada das equipes para atender a população deve ser “instantânea”. Para quem precisar da PM, deve ligar para o 3831 9200, para o 190 ou 9-9995 -4641 (WhatsApp do 14º BPM).

Atualmente uma das novas táticas do 14º BPM no combate ao crime é identificar celulares roubados e furtados através da identificação do número do IMEI (Identificação Internacional de Equipamento Móvel) [veja como].

“Quero a população que acredite na Polícia Militar, pois estamos aqui para servir”, finalizou Figueiredo.

Compartilhe isto: