Fotos cedidas pelo leitor

Publicado às 18h desta quinta (19)

Uma serra-talhadense que tem família na Serra Vermelha, comunidade próxima à Fazenda São Miguel, na zona rural da Capital do Xaxado, fez uma visita ao cemitério da comunidade, onde tem entes queridos sepultados, e se deparou com uma situação de abandono. Pedindo para ter a identidade preservada, ela conta que ficou muito triste, visto que além dos seus, afirmou que trata-se de um cemitério histórico para o município. A leitora diz que o local é onde o primeiro inimigo de Lampião, Zé Saturnino, teria sido sepultado, e cobra do poder público a revitalização do espaço urgente.

”É um cemitério histórico, o primeiro da cidade registrado em cartório, pois lá estão sepultados José Nogueira, assassinado pelo bando de Lampião, muitos membros da família Nogueira que combateram o cangaço e também o principal inimigo de Lampião Zé Saturnino. O local tem uma capela onde era realizado os velórios, mas isso não acontece mais porque a qualquer momento ela pode cair”, disse a moradora, continuando:

”O mato está cobrindo as catacumbas, as paredes laterais estão desabando, a entrada está prestes a cair em cima de um visitante. Isso tudo é no mínimo triste, um local especial para muitos que tem familiares sepultados, além de ter nomes históricos da sociedade e cultura serra-talhadense, então a gente queria que tomassem as providência e fizeram uma manutenção”.

O OUTRO LADO

Até o fechamento desta edição, não houve uma resposta oficial do governo municipal. A reportagem entrou em contato com as secretarias de Obras, Serviços Públicos e Saúde, mas nenhuma das citadas assumiu a responsabilidade.

Veja também:   Cristal antecipa 'bota-fora' com descontos em ST