Ciretran-ST sofre com quebra e furtos constantes de cabos

Servidores da Ciretran entraram em contato com a redação do Farol para denunciar tentativas de furtos dos cabos de fibra óptica que são responsáveis pela conexão dos serviços ofertados pela entidade.

Segundo informações de um dos profissionais, este tipo de prática vem acontecendo há mais de dois meses, o que impacta diretamente no atendimento aos usuários.

Os servidores explicaram que o tempo para a correção do problema chega a ser de 48 horas, provocando diversos prejuízos para a Ciretran e para o cidadão que precisa resolver suas pendências.

Veja também:   Isabela Enxovais cresce em ST e faz conexão com o mundo

“Mas o fato é que esse problema tem sido recorrente nos últimos 3 meses. A gente vem ficando sem prestar serviço à comunidade por esse motivo. Na primeira vez, ficamos 3 dias sem conseguir sequer ‘logar’ nas máquinas. Em menos de 1 mês, ficamos mais 2 dias” disse um servidor da Ciretran, reforçando:

“Recentemente, há 2 semanas atrás, ficamos mais 2 dias e agora mais uma vez, quando nós abrimos o chamado daqui que os técnicos da OI cheguem, façam uma varredura na área. É um transtorno grande, geralmente vai de um dia para o outro. Agora mesmo, a previsão que a gente recebeu é de resolver em 14 horas e 30 minutos. Esse pessoal não vai chegar aqui, a gente já está calejado com a situação. Vão resolver, talvez amanhã, ou seja, fica hoje e fica amanhã sem serviço”, desabafou o trabalhador.

Veja também:   Detran e XI Geres retornam com ações educativas para combater acidentes em ST