Fotos: Farol de Notícias/Max Rodrigues

Publicado às 13h40 desta quinta-feira (5)

A visita do governador Paulo Câmara (PSB) a Serra Talhada, nesta quinta-feira (5), foi marcada pela cordialidade entre a prefeita petista, Márcia Conrado e o socialista. O governador veio assinar ordens de serviços, entre elas, para pavimentação da PE-365, e a implantação da Adutora do Vanete Almeida. Durante o discurso, Na Escola Irneo Ignácio, Márcia fez questão de enfatizar o bom momento vivido por Serra Talhada com a geração de empregos, e pregou a harmonia entre os governos.

“Hoje é um dia de muita alegria para Serra Talhada, receber o nosso governador e sua comitiva, tenho certeza que a escolha não foi em vão, a escolha se deu por Serra Talhada continuar se destacando no cenário estadual. Nessa última semana a gente fica alegre porque a gente contia consolidado como a segunda cidade do Sertão que mais gera emprego mesmo numa pandemia, tudo isso é fruto de um trabalho conjunto de poucos que não foi não fogem à luta”, disse a prefeita.

Ainda durante o discurso, Márcia Conrado disse que o caminho certo para quem tem a responsabilidade de administrar, é manter a harmonia e buscar soluções. Ela agradeceu pelos investimentos do estado em Serra Talhada.

“Fico muito feliz, senhor governador, com tudo que está sendo entregue hoje, porque eu tenho certeza que aprendi a fazer política andando e escutando o povo, os seus sonhos, tentando interpretar e buscando em Deus a força para realizar o sonho da nossa população, e juntos a gente vai conseguir alcançar todas as demandas. A gente precisa continuar trabalhando de forma harmoniosa, não apenas no desenvolvimento econômico, na educação, não apenas na saúde, mas um conjunto como um todo e eu espero que essa harmonia, que essa união entre o governo municipal e o governo estadual permaneçam, porque é isso que a população precisa, cuidar de cada homem, de cada mulher, de cada idoso e de cada criança de Serra Talhada continuará sendo a nossa missão”.

Veja também:   Filha de Lampião e Maria Bonita processa motel por propaganda