Da BBC

Foto: PA Media

Com lockdown desde o início do ano e avanço da vacinação no Reino Unido, Londres teve, pela segunda vez neste ano, um dia em que nenhuma morte foi registrada.

Isso aconteceu neste domingo, 28 de março, segundo as informações da agência de saúde pública do governo britânico, Public Health England (PHE). Os dados levam em conta pacientes que morreram até 28 dias após teste positivo de coronavírus.

Pelo mesmo critério, no Reino Unido todo, o número de mortes registradas no domingo foi de 19. Depois de atingir o pico em janeiro, o total de mortes vem caindo desde então. Nos últimos sete dias, somou 437, o que representa uma redução de mais de 30% em relação à semana anterior. Ao mesmo tempo, o número de hospitalizações também vem caindo.

Londres tem sido responsável por cerca de 12% das mortes por coronavírus no Reino Unido e foi o epicentro da primeira onda da pandemia, em 2020. No auge da primeira onda, em abril do ano passado, cerca de 230 mortes por dia relacionadas ao vírus foram registradas na capital da Inglaterra.

O médico intensivista Jim Down conta que, naquela época, o Hospital University College tinha “dois ou três pacientes morrendo a cada dois dias”.