Do Diairo de Pernambuco 

O setor público consolidado teve superávit primário de R$ 15,034 bilhões em novembro deste ano. Este foi o primeiro resultado positivo desde 2013. O superávit ocorre quando há um resultado positivo nas receitas e despesas do governo, excluindo gastos com pagamento de juros. Este foi o quarto mês consecutivo de resultado positivo.

Segundo o Banco Central, o Governo Central (Tesouro Nacional, INSS e Banco Central) registrou superávit de R$ 3,5 bilhões. Já o os governos regionais, que abrangem estados e municípios, registraram superávit de R$ 11,7 bilhões.

No mesmo mês de 2020, o setor público teve déficit de R$ 18,1 bilhões. Considerando o acumulado de 2021 até novembro, o superávit primário foi de R$ 64,6 bilhões, contra um déficit de R$ 651,1 bilhões no mesmo período de 2020.

Já quando a comparação é feita levando em conta os últimos 12 meses, o setor público teve superávit de R$ 12,8 bilhões, o que representa 0,15% do Produto Interno Bruto (PIB). Esta é a primeira vez desde 2014 que o resultado em 12 meses fica positivo. Em outubro, o acumulado de 12 meses indicava déficit de R$ 20,4 bilhões, o que representa 0,24% do PIB.

Ontem o secretário do Tesouro Nacional, Paulo Valle, já tinha adiantado que o resultado do setor público poderia ser positivo. “Hoje temos uma forte indicação de que haverá superávit primário em 2021 considerando o setor público geral. Seria o primeiro superávit primário desde 2013”, disse ele.