AULA MAGNA DA ABERTURA DO CURSO DE MEDICINA CONTOU COM A PRESENÇA DO DEPUTADO SEBASTIÃO OLIVEIRA
AULA MAGNA DA ABERTURA DO CURSO DE MEDICINA CONTOU COM A PRESENÇA DO DEPUTADO SEBASTIÃO OLIVEIRA E DO GOVERNADOR EDUARDO CAMPOS

Oito meses após a aula inaugural do curso de medicina em Serra Talhada, a Universidade de Pernambuco (UPE) publicou edital de licitação no Diário Oficial do Estado para contratação da empresa que irá realizar as obras do Campus da Capital do Xaxado. Por enquanto os alunos estão estudando nas dependências da Faculdade de Formação de Professores (Fafopst). Segundo o edital publicado na semana passada, a Concorrência 001/2014 vai acontecer no dia 20 de maio, na sede da Escola Politécnica de Pernambuco (POLI), em Recife.

Veja também:   Conselho interdita consultório da Prefeitura de Serra Talhada

A decisão do governo do estado ratifica o compromisso de continuidade do governador João Lyra Neto com relação aos compromissos assumidos pelo ex-governador Eduardo Campos. Ainda durante a campanha eleitoral de 2012, o ex-governador garantiu que os recursos para o novo campus, localizado num terreno de dez hectares nas proximidades da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPR), seriam liberados.

“A gente recebe esta notícia com muita alegria porque a nosso curso de medicina está se solidificando. Antes era um sonho e agora é uma realidade. Este edital é uma prova que as coisas estão caminhando”, comemorou o médico Breno Ferraz, coordenador do Campus Serra Talhada, em conversa com o FAROL. A proposta de viabilizar o curso de medicina em Serra Talhada, pela Universidade de Pernambuco (UPE), partiu do deputado Inocêncio Oliveira (PR) ainda no primeiro mandato do governador Eduardo campos.

Veja também:   Crianças ucranianas usam o giz de cera para ressignificar o trauma