Do g1

Foto: Divulgação / YouTube e Reprodução / TikTok

“El paso de Anitta” virou febre na América Latina. Anitta está fazendo milhares de jovens hispânicos se jogarem no chão e balançarem o bumbum ao som de “Envolver”. A dança viralizou e o reggaeton em espanhol subiu junto: chegou ao top 30 global do Spotify na segunda-feira (14).

“Envolver” foi lançada em novembro de 2021 e foi crescendo com a dancinha, longe dos holofotes e sem investimento tradicional. Enquanto “Boys don’t cry”, feita em inglês, fez barulho, mas não cativou as paradas dos EUA, “Envolver” ia, sem alarde, ganhando o público latino.

A dança até ganhou nome nos nossos países vizinhos: “el paso de Anitta”. Em vídeos, fãs reproduzem os movimentos na praia, no ônibus e até embaixo d’água.

Com isso, a música virou o maior êxito solo de Anitta no mercado latino, e já ocupa altas posições nas paradas do México, Colômbia e Chile e outros países da região. É a primeira vez que ela consegue um resultado tão alto com uma música só dela, sem parceria com outros artistas.

Antes de “Envolver”, as músicas solo de Anitta eram puxadas pela audições no Brasil, mesmo quando eram cantadas em outras línguas. Agora, acontece o contrário: das 1,6 milhão de audições da faixa na segunda-feira no Spotify, 500 mil foram no Brasil, e 1,1 milhão no resto do mundo.

No TikTok, onde a dancinha de bruços no chão já foi reproduzida em milhões de vídeos, também é possível ver a força nos países hispânicos. “Envolver” é a música mais usada no app nos últimos 7 dias na Colômbia e no Peru, e 2ª no México, Argentina e Chile.

No Brasil, “Envolver” é a 10ª música mais usada em vídeos no TikTok na última semana. Nos EUA, ela é a 22ª música mais usada no TikTok, mas ainda não aparece no top 200 do Spotify no país.

Veja também:   Gabriel Monteiro vira réu por filmar sexo com adolescente

A dança de “Envolver” está fazendo tanto sucesso que causou polêmica até na Venezuela, onde foi criticada pelo apresentador de TV Osman Aray. Ele escreveu no Instagram sobre “el paso de Anitta”:

“Meu apreço e admiração continuam intactos para todas as mulheres! Mas não fica claro para mim se algumas querem respeito ou se querem ser desrespeitadas. De que se trata isso?”

Anitta respondeu no post que “o dever do homem é nos respeitar não importa o que estejamos fazendo com nosso corpo”, e depois ainda escreveu no Twitter: “Bom dia, machistas. Que se fodam todos vocês. Beijo.”