Eclipse solar neste sábado (14): saiba como observar o fenômeno de forma segura

Foto: Ferdinandh Cabrera/AFP

Por Folha de Pernambuco

Um dos eventos astronômicos mais aguardados do ano será no próximo sábado (14): o eclipse solar, que será visível em Pernambuco em sua forma anular e em todo o Brasil. Eclipses ocorrem quando algo que normalmente é visível fica momentaneamente impedido de ser visto por causa de uma sobreposição.

Ou seja, durante um eclipse solar, ficamos impedidos de ver o Sol devido à interposição da Lua entre o astro solar e o planeta Terra. Apesar da beleza e da raridade do evento, é importante atentar para cuidados na hora de observar o céu.

Educador formador do Observatório Astronômico do Alto da Sé, Cleiton Batista destaca que, no caso do eclipse solar, é importante lembrar que, em nenhuma hipótese, se deve utilizar negativos de foto, filme radiográfico (raio x), óculos de Solvidros esfumaçados e outros utensílios não certificados.

“Independente se vai ser em casa ou nos pontos que vai ter observação, é necessário seguir exatamente essas regras de segurança. Se for na forma indireta, existem formas de a gente estar projetando a luz do sol: numa parede, num anteparo, até mesmo dentro de uma caixa de sapato para observar o eclipse”, detalha Cleiton Batista.

Caso a observação seja feita diretamente, completa Cleiton, é preciso usar filtros específicos para barrar os raios ultravioletas que podem causar danos aos olhos.
“Estamos dando uma forma alternativa, que é utilizando o vidro retangulado e máscara do soldador, número 14. Tem que ser 14 ou números superiores para ter a segurança na observação”, acrescenta o educador. A utilização de acessórios para observação sem a certificação internacional ISO 12312-2 pode causar perda da visão temporária e/ou permanente.

O fenômeno pode ser visto com telescópios, binóculos e lunetas com filtros específicos para observação solar, com certificação internacional ISO 12312-2. Haverá programação para observação do eclipse no Observatório da Sé e Espaço Ciência.

Veja também:   Emprego em ST com salário de até R$ 3 mil

Eclipse solar neste sábado (14): saiba como observar o fenômeno de forma segura

Eclipse solar
No eclipse, a Lua estará alinhada entre a Terra e o Sol, deixando apenas um “anel de fogo” brilhante ao redor da borda do Sol.

Em Pernambuco e nos estados da Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piuaí, Maranhão, Amazonas, Pará e Tocantins, o eclipse será visível como anular. Nos demais estados do país, será parcialmente visível. A cobertura do disco solar na capital pernambucana chegará a 92,2% no ponto máximo do eclipse.

Quem observar o eclipse no Recife poderá perceber o Sol como um “anel de fogo”, no pico, marcado para ocorrer às 16h47, cuja magnitude será de 0,922, numa escala que vai até 1.0. O início do fenômeno será às 15h31.

Veja também:   Donald Trump diz que antigo sistema de saúde Obamacare "em breve será história"

Com duração de uma hora e 42 minutos, o fenômeno deixará de ser visto às 17h13 com o pôr-do-sol – o eclipse, no entanto, seguirá até 17h52, quando não será mais visível da capital pernambucana.

O Nordeste terá as duas capitais brasileiras com melhor visualização do eclipse solar. Em Natal (RN), atingirá pico de 95,3% do disco solar coberto. Já em João Pessoa (PB), a magnitude do evento será de 94,9%.

O fenômeno poderá ser observado na América do Norte, exceto em parte da Groenlândia; em toda a América Central; e na América do Sul, exceto ao sul do Chile e da Argentina.

Próximos eclipses
De acordo com o site Time and Data, especialista em catalogar eclipses e outros fenômenos astronômicos, 2023 ainda reserva um eclipse lunar parcial visível no Recife, no dia 28 de outubro. Na ocasião, cerca de 1,2% do disco lunar será coberto.

Veja também:   Bebê de 5 meses morre com suspeita de maus tratos no Pajeú

Os próximos eclipses solares visíveis no Recife acontecerão em 6 de fevereiro de 2027 (pico de 78,7% de cobertura), 26 de janeiro de 2028 (pico de 40,8%) e 20 de março de 2034 (pico de 78,8%).

Em 12 de agosto de 2045, o dia finalmente vai virar noite no Recife, quando está previsto um eclipse solar total. A magnitude desse fenômeno, que terá pico às 16h19 será de 100%, e a duração, de 2 minutos e 44 segundos. Depois desse, o seguinte será em 26 de outubro de 2125.