armando monteiro 2A vantagem que o senador Armando Monteiro (PTB) tem apresentado em Pernambuco sobre o seu opositor, Paulo Câmara (PSB), na disputa pelo governo estadual, talvez obrigue o ex-governador Eduardo Campos a interromper sua campanha para presidente da República para vir em socorro do correligionário.

Hoje, pesquisas para consumo interno do PSB indicam que cerca de 70% dos pernambucanos defendem que o grupo de Eduardo Campos permaneça à frente do governo.

Nada obstante, o senador Armando Monteiro Neto (PTB), opositor de Paulo Câmara (PSB), tem reunido milhares de pessoas em seu evento “Pernambuco 14” e isso preocupa o Governo do Estado.

Veja também:   Pesquisa: Lula dá 'surra de votos' em Bolsonaro em PE

Enquanto isso, Paulo Câmara ainda não tem falado para o povão. Limitou-se a se apresentar para prefeitos e vereadores do partido, mas isso é insuficiente para um candidato a governador.

Conclusão: ou Eduardo Campos interrompe a sua campanha presidencial pelo menos uma vez a cada 15 dias, para vir em socorro do amigo, ou a vaga de senador corre o sério risco de ir para o brejo.

(Inaldo Sampaio )