Publicado às 19h desta quarta (1º)

O assassinato do vereador “Zé Dida Gaia” nesta quarta-feira (1º), em Serra Talhada, entrou para uma triste estatística. Em sete anos, este é o segundo parlamentar de mandato morto a tiros na Capital do Xaxado vítima de emboscada. Antes dele, foi também alvejado a tiros em via pública, no ano de 2015, Cícero Fernandes, o ‘Cição’, de 47 anos [relembre]. Como Zé Dida, Cição era ex-policial militar de reserva.

Na cena do crime desta quarta-feira (1º), o Samu ainda chegou a ser acionado. Paramédicos desceram da ambulância na esperança de prestar socorro, no entanto, apenas confirmaram o óbito. Já por volta das 18h, equipes do IC (Instituto de Criminalística) iniciaram os trabalhos de perícia onde o crime ocorreu.

Veja também:   Médica anuncia novidades no Sassepe em ST

Pelo menos seis marcas de balas teriam sido identificadas na parede de um imóvel em frente ao posto de combustíveis, distante cerca de 20 metros de onde o corpo do vereador estava. Durante o isolamento do local, o clima ficou mais tenso quando a Polícia Militar teve que impedir pessoas de entrar na cena do crime para tirar o pano que cobria o rosto do parlamentar.

ACOMPANHE REPORTAGEM EM VÍDEO SOBRE O CASO