Escola emite nota sobre 'caso do vômito' - Foto: Reprodução/Redes sociais
Escola emite nota sobre ‘caso do vômito’ – Foto: Reprodução/Redes sociais

Após repercussão da reclamação de uma mãe sobre a professora ter coagido sua filha a limpar o próprio vômito em sala de aula, a gestão da Escola Municipal Tancredo de Almeida Neves, do bairro José de Souza Ramos, em Serra Talhada, emitiu uma nota de esclarecimento nesta segunda-feira (8).

A gestora Doralice de Souza informou no documento que foi enviado ao Farol, que a mãe da criança em nenhum momento procurou a direção escolar.

Receba as manchetes do Farol de Notícias em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

Doralice explica ainda que além de ter estudado apenas 3 dias na unidade, a aluna foi retirada da escola, a pedido da genitora e até a data de hoje não foi até a secretaria para pegar a transferência da filha.

Veja também:   MEMÓRIA: Há 80 anos, Agamenon Magalhães abandona o discurso e quase sai no tapa

CONFIRA A NOTA DA ESCOLA

Escola emite nota sobre caso de vômito - Documento enviado pela gestão
Escola emite nota sobre caso de vômito – Documento enviado pela gestão

Os principais fatos de Serra Talhada e região no Farol de Notícias pelo Instagram (clique aqui)

Relembre o caso:

Mãe denuncia que filha foi obrigada a limpar vômito em escola de ST