Esgoto aberto invade residência em bairro de Serra TalhadaUm morador  da rua Joel Nunes da Silva, do bairro Ipsep, em Serra Talhada, entrou em contato com o Farol para reclamar sobre a falta de canal de escoamento na rua que está causando transtornos para ele e sua família.

O rapaz relatou a reportagem que por não ter uma saída para o escoamento das água pluviais, a lama de uma construção vizinha acaba invadido sua residência.

Na última chuva, um pequeno rio de terra tomou conta da casa da família do rapaz, destruindo móveis e deixando um rastro de prejuízo.

Veja também:   Sucesso: Artista serratalhadense se destaca em exposição de obras em museu paulista

“Estão fazendo uma construção onde a água passava e não deixaram a saída para água. Aí, a rua fica nessas condições. Minha casa já alagava sem esse construção já fui umas 3 vezes no setor da prefeitura e nada foi feito. Já falei com a secretária e nada até agora. Estou pedindo a Deus que não chova até alguém da prefeitura resolver. Já fui na promotoria também para ver se resolve o problema. Sou um contribuinte em dias com os deveres como cidadão. Tenho direito de cobrar uma solução”, desabafou o morador.

Veja também:   Ano termina com mais um acidente em Serra Talhada

CONFIRA O VÍDEO

OUTRO LADO

O Farol buscou a Secretaria de Obras e Infraestrutura para apurar a situação, e a secretária Gabriela Pereira esclareceu que o problema mencionado se originou com a construção da casa do reclamante. Confira.

“Esse morador realmente já nos procurou, e eles próprios (o dono e a dona) informaram que esse problema vem antes da existência dessa nova construção que eles mencionam. Relatam que esse problema é antigo, e a obra em questão só foi iniciada recentemente, comprovando que não tem nada haver. Os mesmos informaram que são cientes que o erro começou na construção da casa deles, onde é uma casa financiada pela Caixa Econômica, e a casa foi feita abaixo do nível da rua. Entretanto, o proprietário dessa construção que eles mencionam, se disponibilizou a elevar uma parte do calçamento, para ajudar no escoamento da água”, explicou Gabriela.

Veja também:   Como a mucormicose contagia as pessoas?