Foto: Ngurah Rai Airport Police/Divulgação)

Publicado às 14h desta quinta-feira (7)

Farol com informações do G1

O estudante Alberto Sampaio Gressler, de 25 anos, foi preso ao chegar em Bali pela posse de maconha. Ele foi detido no dia 28 de junho pela polícia do Aeroporto Internacional de Ngurah Rai. Alberto cursa medicina na Universidade de Pernambuco (UPE) em Serra Talhada, onde reside há cerca de quatro anos. De acordo com familiares, em conversa com o Farol, faltam apenas dois anos para o término do curso.

De acordo com o G1, o brasileiro, natural do estado de Goiás, estava em um voo que saiu de Kuala Lumpur, capital da Malásia, com destino a Bali, na Indonésia. “Na inspeção de sua bagagem foram encontradas 4 embalagens que continham uma planta que suspeitamos ser de material ilícito”, disse Kadek Darmawan, chefe da unidade de investigação de narcóticos. Análises posteriores confirmaram que a substância era maconha. Esta reportagem informou inicialmente que o brasileiro levava 9,1 gramas de droga. A polícia da Indonésia detalha em relatório que este é o peso bruto, com embalagem.

Veja também:   Mãe se emociona e agradece doações

O peso apenas do produto é de 2,8 gramas de maconha. Gressler, segundo a polícia, declarou que havia comprado a maconha na Tailândia para consumo próprio e que não sabia que era proibida em Bali. O advogado de Gressler aqui no Brasil, Antônio Rocha Lemes Neto, confirmou que ele adquiriu os pacotes contendo cannabis na Tailândia de forma legalizada, com prescrição médica.

“Alberto sofre de algumas doenças (ansiedade, depressão, TDH) e é um paciente da Cannabis Medicinal”, informou o advogado em nota que ainda diz que toda a documentação comprovando o uso médico de maconha já foi entregue para a Justiça da Indonésia. Segundo as leis locais, o brasileiro terá que cumprir uma pena mínima de 4 anos na prisão.

Veja também:   Filas enormes em ST nessa sexta-feira (12) para o Auxílio Brasil