Estudantes de ST com notas acima de 900 no ENEM

Publicado às 15h desta terça-feira (21)

Após um longo ano de preparos para o Enem, os estudantes de Serra Talhada estão comemorando os resultados e as notas. O Farol de Notícias conversou com dois jovens serra-talhadenses que atingiram notas acima de 900 pontos na redação.

Maria Luiza de Sousa tem 18 anos, é sergipana, mas mudou-se para Serra Talhada e mora no São Cristóvão. Ela é filha de Glaucielma Pereira e José Normando. Em conversa com o Farol, a jovem contou que estudou em Sergipe até o início do Ensino Fundamental, em seguida mudou-se para Serra Talhada e estudou em escolas públicas como o Cônego Torres e na EREM Professor Adauto Carvalho.

 

Para reforçar os estudos e preparação para a prova, Maria Luiza fez cursinho pré-vestibular e montou um cronograma de estudos para todo dia revisar uma matéria. Agora, ela deseja cursar Medicina Veterinária em universidades públicas de Recife ou Paraíba, caso não seja possível tentará pelo Proune em Serra.

Veja também:   Belo e Gracyanne recebem ordem de despejo em SP

“Fiz um cronograma adaptado a minha rotina e dividi cada dia com as disciplinas que seriam estudadas. Por exemplo, na segunda eu estudava Redação e Filosofia e assim por diante, ao decorrer da semana estudava os assuntos e fazia questões. Tentava sempre escrever pelo menos uma redação por semana, resolvi provas antigas do Enem e fiz simulados”, detalhou a estudante.

Em outra ponta da cidade outro jovem que já saiu do Ensino Médio há mais tempo contou que reparou os déficits de aprendizagem com estudos em casa e em cursinho para conseguir a aprovação em Medicina, que é seu sonho de infância.

Veja também:   Vacina de Oxford produz resposta imune em jovens e idosos

Estudantes de ST com notas acima de 900 no ENEM

Emanoel Ernandes dos Santos Lopes, tem 21 anos, mora no bairro Nossa Senhora da Penha, e é filho de Vilma dos Santos, empregada doméstica conhecida como Vilma de Dr. Barbosa, e Joaquim Lopes, que toma conta do bar do Tunas Clube. Orgulhoso da trajetória dos pais enfatizou a importância deles em sua formação.

“Sempre frequentei escolas pública. Início na São Vicente de Paulo, seguido de Cônego Torres e Ensino Médio no Cornélio Soares. Pós ensino médio fui para o cursinho, uma vez que boa parcela dos alunos da rede pública saem com um enorme déficit nas bases das disciplinas como matemática, por exemplo. Eu estudo sozinho durante o dia usando alguns programas online e na parte da noite vou para o cursinho”,

Veja também:   Veja quanto o campeão da Copa do Mundo leva em dinheiro para casa

“Dessa forma, acabo conseguindo tirar algumas dúvidas e lacunas. Desde criança que o meu sonho é Medicina, mas por ironia do destino ainda não consegui a tão sonhada aprovação. Apesar de conseguir ser aprovado em diversos outros cursos, como veterinária, enfermagem e fisioterapia. Quero muito conseguir passar na UFPE de Recife. Porém, devido aos calos da vida onde eu passar estou indo”.