O presidente do Partido Social Democrático (PSD) em Pernambuco, André de Paula, ex-deputado federal, não escondeu a ansiedade em trazer para o seu partido o prefeito de Serra Talhada, Carlos Evandro, que já sinalizou estar em busca de uma sigla a partir de janeiro. Inclusive, para pavimentar o seu projeto de se lançar candidato à Câmara Federal em 2014. Em conversa com o FAROL, nesta sexta-feira (23), André de Paula se desmanchou em elogios ao prefeito da Capital do Xaxado e revelou ter projetos grandiosos para o gestor.

“Qual o partido que não gostaria de ter em seus quadros um político vitorioso como ele, que se elegeu, se reelegeu e ainda elegeu o seu sucessor?”, questionou o presidente do PSD, em conversa com o FAROL. Ele aproveitou a entrevista para fazer um convite ao prefeito de Serra Talhada. “Tenho uma admiração pessoal, respeito e carinho pelo prefeito Carlos Evandro. Gostaríamos muito de vê-lo em nossos quadros e em nosso grupo político”, reforçou André de Paula.

Diante da possibilidade de ter o prefeito no PSD, talvez, até como líder da legenda na cidade, André de Paula garantiu que ficará responsável em acalmar os ânimos de adversários do prefeito – como Faeca Melo e Gilson Pereira –  filiados à legenda no município. Teoricamente, eles teriam que se curvar às orientações de Evandro, caso lhe seja mesmo oferecida a presidência do PSD.

“Ele (Carlos) é candidato a deputado federal e tem uma grande chance de ter sucesso nesse projeto. Nada impede uma construção de uma política ampla que leve de encontro aos interesses de Serra Talhada e região”, ponderou André de Paula, arrematando: “A minha missão é unir o partido e vou trabalhar intensamente para construir a unidade do PSD em Serra Talhada. O prefeito Carlos Evandro terá um papel muito importante em nossa sigla, caso tudo se concretize como estamos pensando”, finalizou.

Veja também:   Após rompimento, vereador traz bolsonaristas para ST