Do Diario de Pernambuco 

 (Photo by JOEL SAGET / AFP)

A Índia deve começar a exportar vacinas contra a Covid-19 produzidas no país a partir de amanhã, foi o que informaram fontes do governo à agência internacional Reuters. Ainda foi informado que os destinos dos imunizantes são o Butão e Bangladesh, o Brasil não está cotado entre os países para receber as doses.

O país asiático recebeu vários pedidos para iniciar a exportação da vacina de Oxford com a Astrazeneca, entre eles uma solicitação urgente feita pelo governo brasileiro. As doses são produzidas pelo Instituto Serum, maior produtor mundial de vacinas.
Nesta quarta-feira (20), o primeiro lote de vacinas, que ainda não teve sua quantidade revelada, será encaminhado ao Butão. No dia seguinte (21), mais dois milhões de doses serão enviados para Bangladesh.
Mesmo que o governo indiano ainda não tenha confirmado a exportação, o Ministério das Relações Exteriores de Bangladesh confirmou os planos, entre eles um voo especial da Índia que desembarcará em Dhaka.
Na semana passada, o governo brasileiro teve seus planos frustrados com a negativa da Índia em liberar as vacinas para o Brasil. Ontem, o ministro Eduardo Pazuello afirmou que o país ainda ainda não recebeu uma resposta positiva a respeito de quando será enviada da Índia a remessa de dois milhões de doses, mas que deve acontecer ainda esta semana.