Publicado às 05h25 deste sábado (14)

Do Blog do Nill Júnior

Uma ação conjunta entre o efetivo da Polícia Civil através da 20ª DESEC e 167ª Delegacia e Polícia Militar, com 23º BPM, Malhas da Lei e Guarnição Tática da Ingazeira prendeu o segundo autor do homicídio registrado em 25 de abril em Afogados da Ingazeira. O acusado  com iniciais DCDS foi localizado e preso. Ele estava escondido na residência de um menor no Bairro São José,  município da Ingazeira, Sertão do Pajeú.

Segundo a PM em nota, no momento do cerco o acusado empreendeu fuga pulando o quintal e o telhado de diversas residências, tendo em seguida entrado no matagal. Mas foi acompanhado e capturado pelo policiamento.

Após varredura no local por onde o autor tentou fugir, foi localizado e apreendido um aparelho celular, além de uma sacola plástica contendo 20 invólucros de maconha. Ele afirmou que a droga seria comercializada.

Ainda de acordo com a PM,  ele é suspeito de integrar uma facção criminosa do Recife. Ele já responde pelo crime de roubo e quebrou medidas condicionais e cautelares impostas pelo Poder Judiciário.

Ele confessou que participou do crime, mas garante  que quem efetuou os disparos que mataram Gustavo Silva foi o seu comparsa, preso dia 4 de maio. Euden Gustavo Goes Silva, o Gugão, foi assassinado em 25 de abril.

No episódio, segundo nota da Polícia Militar, no bairro São Brás, dois indivíduos em uma motocicleta chegaram na residência da vítima e efetuaram disparos de arma de fogo, o atingindo na cabeça, depois fugiram em uma moto com destino ignorado. Imagens da vítima circularam nas redes sociais.

O crime aconteceu na Travessa Janete Clair, Bairro São Brás, em Afogados da Ingazeira. Preliminarmente, o crime teria relação com o tráfico de drogas. Ainda segundo a nota, Gustavo era ex-presidiário.

Veja também:   Prefeitura: 60 vagas para cursos gratuitos em ST