Vereador Gin Oliveira - Foto: Farol de Lima / Licca Lima
Vereador Gin Oliveira – Foto: Farol de Lima / Licca Lima

O líder do governo municipal na Câmara de Vereadores de Serra Talhada, Gin Oliveira, esteve na bancada do Programa do Farol neste sábado (18). Excepcionalmente, Giovanni Sá esteve na TV Farol de Notícias nesta edição do programa, junto com Cornélio Pedro e Paulo César Gomes.

Batendo o centro das questões polêmicas, Gin Oliveira iniciou a entrevista esclarecendo a denúncia do líder da oposição, Vandinho da Saúde, sobre supostas irregularidades no abastecimento de veículos oficiais da Prefeitura de Serra Talhada.

“Eu acredito que existem cerca de 150 denúncias no Ministério Público de Vandinho, e mais de 100 denúncias já foram arquivadas. É importante que a população saiba que ele está fazendo o papel de vereador dele, de líder da oposição que é fiscalizar. Mas a gestão também tem contra provas e tem mostrado, de fato, que a coisa está certa”, afirmou o parlamentar, complementando:

Veja também:   ATENTADO: Vereador de ST, Cícero Fernandes, é baleado no bairro São Cristovão, nesta 5ª

Receba as manchetes do Farol de Notícias em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

“Quero dizer que está existindo de fato, ele fez uma denúncia, o Tribunal de Contas está aí investigando, de fato. E volto a lhe dizer, o município está tranquilo. Acredito eu que não tenha nada de errado, porque eu procurei a Secretaria de Saúde para ter consciência das coisas e o que eu fiquei sabendo lá foi que, em diversos pontos da fala dele estava equivocado”.

Gin minimiza denúncias sobre combustíveis em ST

NÃO EXISTE CARRO DO FUTURO

Após alegar a suposta divergência nas notas de abastecimento de veículos com o uso de gasolina e diesel, o vereador Vandinho da Saúde, teria intitulado a situação de ‘carro do futuro’. Gin Oliveira, detalhou o que teria ocorrido no fato.

Veja também:   Ucrânia: "salas de tortura" foram encontradas em áreas retomadas dos russos

“Ele foi até a Secretaria de Saúde comigo e lá foi explicado a ele que de fato uma L200, que é um carro da Vigilância Sanitária que abastece as bombas costais, que passa na casa das pessoas dedetizando. Ele colocou o óleo diesel e com cinco ou 10 minutos voltou e trouxe as bombas costais e colocou o valor de R$ 15. E colocou anexada a outra nota, mas com a placa do carro que essa bomba acompanha o carro”.

PIROTECNIA DA OPOSIÇÃO

“Só que eu acho que faltou humildade da parte do vereador de se retratar na tribuna. Na hora dele levar isso para tribuna ele disse o ‘pasmem vocês’ e de fato isso chama a atenção da população. Eu me coloco na condição de pagador de imposto, de população e vai me gerar uma dúvida”, alegou Gin, finalizando:

Veja também:   Moradora reclama de 'piscina' no meio da rua em bairro de ST

“E porque eu tenho pego embates mais duros com Vandinho. A pirotecnia da forma que ele leva as coisas para a tribuna, por muitas vezes me deixa triste. Ele prefere muitas da vezes ouvir uma pessoa que quer prejudicar a gestão, não procura o secretário”.

Os principais fatos de Serra Talhada e região no Farol de Notícias pelo Instagram (clique aqui)

Gin minimiza denúncias sobre combustíveis em ST

VEJA A ENTREVISTA COMPLETA COM GIN OLIVEIRA