imagem ilustrativa

Uma serra-talhadense moradora da Rua Enock Ignácio de Oliveira, no Centro, levou um golpe inusitado.

Ela prestou queixa na Delegacia de Polícia Civil no último dia 27 de março.

Em depoimento, disse que uma pessoa entrou em contato pelo whatsapp se passando por seu marido.

Receba as manchetes do Farol em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

No perfil do número havia a foto do esposo, o que teria justificado o motivo da vítima ter acreditado no golpe.

Veja também:   As Fuleiras de Serra reuniram multidão

Na conversa, o suposto esposo dizia que havia derrubado num vaso sanitário o celular de um amigo.

E precisa de dinheiro para ressarci-lo. E, assim, pediu solicitou à vítima repasses financeiros.

A esposa então, no intuito de ajudá-lo, fez quatro transferência via pix totalizando R$ 6.800.

Só depois de algum tempo, a mulher percebeu que havia caído em um golpe.