Márcia retira projeto para evitar protestos em STPublicado às 05h20 desta quarta-feira (3)

Boa parte dos vereadores ficaram surpresos nessa terça-feira (2) com a decisão da prefeita de Serra Talhada, Márcia Conrado, que pediu para retirar de pauta o projeto de lei que reajusta o piso salarial dos professores, e assegura benefícios aos demais servidores da educação.

A prefeita insiste em não conceder o reajuste de 14,96% como assegura a lei federal, concedendo apenas 5,46%. Já o projeto que concede um vale transporte no valor de R$ 176,00 para todos os servidores tramita nas comissões.

Veja também:   STF julga habeas corpus para evitar prisão de Lula

Nos bastidores, a informação é que a prefeita quer ‘brecar’ o protesto já anunciado pelo Sindicato dos Servidores em Educação (Sintest). Foi definido em assembleia, na Câmara de Vereadores, que os docentes não irão participar do desfile cívico no próxmo sábado (6), mas vestirão preto, em sinal de luto, protestando defronte ao palanque oficial. Ontem, durante o programa Falando Francamente, na TV Farol, a professora Luciene Pereira foi enfática: “Faremos o protesto e a prefeita [Márcia Conrado] terá uma surpresa”, reforçou.