Hélio dos Anjos volta a citar relação ruim com o presidente do Náutico após vitória do Paysandu

Foto: Jorge Luís Totti/Paysandu

Por Folha de Pernambuco 

Com uma passagem recente marcante pelo Náutico, o técnico Hélio dos Anjos deixou o Timbu no início do ano passado numa situação conturbada. Após a vitória do Paysandu, seu atual clube, diante do Alvirrubro por 4 a 2, no último domingo (13), o treinador afirmou que estava “entalado” com o presidente Diógenes Braga.

“Estava entalado, sim. Ele sabe disso, tanto que ele fala mal de mim. Por exemplo: o dirigente do CRB foi consultá-lo para me contratar e ele arrebentou comigo. Só que ele, a partir de dezembro, não está no futebol, pois na hora que ele perder a eleição, e ele vai perder, ninguém vai saber o nome dele, que eu não quero nem citar”, comentou Hélio sem falar o nome do presidente do NáuticoDiógenes Braga.

Veja também:   Carnaval já começa neste fim de semana em ST

Hélio dos Anjos deixou o Náutico em 2022 após uma confusão envolvendo os jogadores e torcedores depois de uma derrota para o Retrô, que culminou na demissão de Guilherme dos Anjos, filho e assistente técnico do treinador.

O auxiliar publicou um desabafo nas redes sociais e o Náutico alegou justa causa para a saída do profissional.

Essa não foi a primeira vez que Hélio dos Anjos falou da sua relação ruim com o presidente alvirrubro. Ainda na coletiva pós-jogo, ele enfatizou que foi tratado mal.

Veja também:   Judocas de ST vencem campeonato nacional

“Infelizmente eu tive uma convivência com essa pessoa de dois anos, fui campeão em cima do Sport depois de 53 anos, 50 anos que não era campeão dentro dos Aflitos, tiramos do rebaixamento numa fase difícil e e fui tratado muito mal. Mas não foi só eu. Gilmar Dal Pozzo, Felipe Conceição, Gilson Kleina, Marcelo Chamusca. Todos foram tratados como lixo por esse presidente e sua direção. Meu problema é com ele, ao Náutico eu devo muito”, concluiu.

Veja também:   2016: 'Se Sebastião e Luciano fizerem uma aliança é pelo bem de ST', diz Jânio Carvalho

Com a derrota para o Paysandu, o Náutico deixou o G-8 da Série C e se encontra na nona colocação. Restam dois jogos para o final da primeira fase da competição. O Papão é sexto colocado.

De novo técnico, com o anúncio da contratação de Bruno Pivetti, o Timbu volta a campo no sábado (19), contra o Brusque, e o Paysandu pega o Pouso Alegre no domingo (20).