Homem é condenado a 120 anos de prisão por tentar matar a ex

Da Folha de PE / Foto: Reprodução

André Luís Pereira da Silva, preso em 2012 por tentar matar a ex-companheira e mais cinco parentes, foi condenado a 120 anos de prisão na terça-feira, em decisão conjunta entre a 1ª Promotoria de Justiça e o III Tribunal do Júri da Capital. O condenado responderá em regime fechado pelo crime de tentativa por seis homicídios triplamente qualificados (motivo torpe, emprego de fogo e impossibilidade de defesa das vítimas)

O crime foi motivado pela recusa de André Luís em aceitar o término do relacionamento amoroso com Sirleide Vieira Pereira. Ele decidiu se vingar dela e dos seus filhos, porque, segundo a denúncia, acreditava que todas as outras vítimas, inclusive seus dois filhos menores de 14 anos na época, apoiavam o fim da relação. Ainda de acordo com a acusação, os homicídios só não se consumaram porque os vizinhos conseguiram socorrer as vítimas rapidamente e controlar o incêndio no local.

Veja também:   Brunei instaura apedrejamento como punição

A prova demonstrou ser André Luís um homem violento, agressivo, com diversas passagens na Delegacia da Mulher pela prática de violência física, patrimonial e psicológica contra a ex-companheira e os filhos. Sirleide e dois dos seus filhos tiveram parte dos corpos queimados.