Do G1

A morte do rapaz de 30 anos que foi agredido durante uma briga generalizada na frente de uma casa noturna de Avaré (SP) causou comoção entre moradores.

Rodolfo Miranda morreu na noite de quinta-feira (7) após ficar por três dias internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa.

Segundo informações apuradas pelo g1, o rapaz sofreu traumatismo craniano durante a pancadaria, que foi registrada na noite de domingo (4), no bairro Brabância.

Nas redes sociais, vários moradores de Avaré trocaram a foto de perfil por imagens de luto e se despediram de Rodolfo.

“Tão triste ver alguém que conhecemos partindo assim, de uma maneira tão cruel, né. Mas que Deus te tenha em um bom lugar, e que a Justiça seja feita”, escreveu um amigo da vítima. Uma outra amiga do rapaz também lamentou a morte.

Veja também:   Auxílio Taxista começa a ser pago com parcela dobrada; veja o valor

“Menino de coração lindo e de sorriso fácil, que vai deixar muita saudade, dor e revolta em todos nós. Com coração em pedaços, desejamos à família e amigos consolo nesta hora tão difícil. Seja feita Justiça por esta vida que nos foi tirada tão cedo.”

Briga generalizada
De acordo com o boletim de ocorrência, duas mulheres estavam na casa de shows quando foram abordadas pelo rapaz e receberam convite para terem relação sexual.

Momentos depois, os três começaram a discutir do lado de fora do estabelecimento. Outras pessoas se envolveram na confusão e agrediram a vítima.

O padrasto de Rodolfo tentou ajudar, mas levou socos e chutes. O rapaz foi socorrido e encaminhado para a Santa Casa de Avaré, onde chegou a passar por cirurgias, mas não resistiu aos ferimentos.

Veja também:   Novo golpe do Whatsapp promete saque de R$ 50 no Dia dos Pais

O corpo de Rodolfo foi sepultado no Cemitério Municipal de Avaré, na tarde de sexta-feira (8).

A Polícia Civil informou que já ouviu parte dos envolvidos, e que instaurou inquérito para investigar o caso.