Da Folha de PE

Um homem preso por suspeita de dar calote em um restaurante em Palmas (TO), após fingir passar mal, é investigado por outros golpes em seis estados e no Distrito Federal. Ruan Pamponet Costa, de 42 anos, foi detido pela polícia no Tocantins dois dias após também deixar de pagar uma conta de R$ 6 mil em Goiânia (GO).

Desde 2019, Ruan é suspeito de cometer o mesmo crime. Segundo levantamento feito pelo G1 Ceará, os golpes foram aplicados em Goiás, em São Paulo, no Rio de Janeiro, na Bahia, no Ceará, no Distrito Federal e também em Pernambuco.

Para dar credibilidade ao disfarce, o suspeito costumava se passar por jogador de futebol. A lista de produtos consumidos no bar em Palmas inclui duas garrafas de uísque, cada uma ao custo de R$ 1.400, e uma porção de lula empanada. Enquanto estava no estabelecimento, inclusive, chegou a pedir produtos para pessoas de outras mesas.

Após a prisão Ruan Pamponet foi levado para uma delegacia, onde confessou o crime, e depois foi levado para a Unidade Penal de Palmas. Nenhum advogado do suspeito foi localizado.

Veja também:   Musk diz que acordo do Twitter está 'temporariamente suspenso"