Imagem ilustrativa

Publicado às 18h desta quinta-feira (21)

Com informações da repórter Manu Silva/Farol

Por conta de um cachorro. Esse foi o motivo do assassinato de Maria das Graças Silva, de 64 anos, morta a tiros na fazenda Herculano, próximo ao distrito de Água Branca, na zona rural de Serra Talhada nesta quinta-feira (21).

Em conversa com o Farol, a Polícia Civil informou que a senhora não morava na residência. Estava lá para ajudar a filha nos cuidados com um bebê de apenas um ano.

A Polícia informou que, num rompante de ódio, um vizinho de 23 anos foi até a residência onde estava a senhora acusando o dono da casa, no caso o genro da vítima, de ter matado o seu cachorro envenenado.

Em meio à confusão, um tiro foi disparado. E a idosa tombou sem vida. O suspeito do disparo fugiu. A polícia ainda não conseguiu capturar o suspeito. Esse é 9º assassinato de 2019 em Serra Talhada.

VEJA OS OUTROS CASOS

oitavo homicídio ocorreu no final de semana vitimando o empresário Wellington Luiz Nogueira da Costa, 46 anos. Ele foi morto com vários disparos de arma de fogo no bairro AABB. O sétimo crime vitimou José Ancelmo dos Santos, 39 anos, morto com pelo menos três disparos no bairro do Bom Jesus.

Leia Mais

Mulher é morta na zona rural de ST; polícia está a caminho do local