Foto: cortesia

Do Folha PE

Um idoso de 61 anos foi detido, na madrugada desta sexta-feira (30), após tentar invadir e atear fogo em uma agência bancária do Santander, na cidade de Limoeiro, no Agreste de Pernambuco. De acordo com a Polícia Civil, o homem estava no interior do banco com equipamentos inflamáveis acesos e gritando que iria “atear fogo” no local. O caso ocorreu por volta de 0h30. O delegado de plantão Eronildo Rodolfo disse que o idoso afirmou saber ter uma  dívida com o banco, mas que, como já havia pago, a cobrança seria “injusta”.

Um mandado de busca e apreensão para o veículo usado pelo idoso para arrombar a agência estava em aberto, segundo Eronildo. “Policiais viram quando o carro estava subindo a calçada e foram para lá achando que teria sido uma ocorrência de tentativa de assalto”, detalhou Eronildo. O homem afirmou à polícia que usa o carro para transportar o filho ao Recife, onde faz tratamento médico. “Os policiais encontraram ele lá dentro [da agência], ele tinha ateado fogo e disse que queria destruir tudo ali como forma de ‘se vingar'”, explicou o delegado.

Veja também:   Demissões e assédio são queixas da categoria

Eronildo acrescenta que o idoso aparentava estar muito exaltado e nervoso no momento da ocorrência. “Não acho que ele estivesse embriagado, foi o desespero. Ele estava exaltado, aperreado, chorando muito”, acrescentou.  O homem foi conduzido para a Delegacia Seccional de Limoeiro, onde foi autuado em flagrante pelo incêndio. Ele deverá ser conduzido, ainda nesta sexta-feira, para a audiência de custódia. Por meio de nota enviada à reportagem, o Santander informou que “a polícia atua para identificar a ocorrência e adotar as providências necessárias”. “A instituição está colaborando com as investigações e aguarda orientações para a reabertura segura, tanto da agência quanto do autoatendimento, o mais breve possível”, informou o banco.