Publicado às

A Matriz do Bom Jesus recebe, nesta segunda-feira (7), missa de 2 anos em memória dos serra-talhadenses brutalmente assassinados [relembre] numa operação policial desastrosa na cidade interiorana de Milagres, no Ceará, que resultou nas mortes de seis reféns, sendo cinco de uma mesma família de Serra Talhada: João Batista Campos Magalhães, 49; Vinícius de Souza Magalhães, 14; Claudineide Campos de Souza Santos, 41; Cícero Tenório dos Santos, 60; e Gustavo Tenório dos Santos, 13. A missa no bairro Bom Jesus está marcada para às 19h.

Eles tiveram o caminho interceptado por assaltantes de banco e acabaram levados para a linha de tiro da polícia, que não soube diferenciar bandidos de inocentes. O fato teve 14 mortos no total. Dezenove policiais e até o vice-prefeito da cidade viraram réus, inclusive acusados por adulteração de provas. Lamentavelmente, o caso ainda segue em aberto para as famílias enlutadas [veja aqui].

A perícia nas armas recolhidas dos PMs atestariam que os tiros que mataram os reféns teriam partido das forças de segurança do Ceará.