Do G1 Mundo

Foto: Reprodução/theguardian.com

Veículos de comunicação internacionais repercutem a notícia sobre o caos no sistema de saúde de Manaus, capital do Amazonas. Com falta de oxigênio nos hospitais, pacientes agonizam e médicos e familiares buscam cilindros por conta própria.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, reconheceu o colapso na saúde de Manaus e afirmou que a fila por um leito é de quase 500 pacientes. O Ministério Público e a Defensoria dizem que a responsabilidade pela crise no Amazonas é do governo federal.

Veja a repercussão em jornais, sites e televisões do exterior:

The Guardian

O jornal britânico “The Guardian” estampa em sua página principal na internet que “profissionais de saúde no maior estado do Brasil estão implorando por ajuda e suprimentos de oxigênio após uma explosão de mortes e infecções em Covid”.

Veja também:   Calumbi tem ruas e avenidas asfaltadas

BBC

A rede britânica de televisão destaca que hospitais de Manaus “atingiram o ponto crítico ao tratar pacientes da Covid-19 em meio a relatos de grave falta de oxigênio e equipe desesperada”.

Público

O jornal português relembra a primeira onda de casos na capital manaura para destacar que, “oito meses depois das valas comuns, Manaus volta a viver momentos dramáticos”.