Inscrições para mais de 10 mil vagas em pré-vestibular

Foto: Arquivo/ Farol de Notícias

Por Folha de Pernambuco

O pré-vestibular da Universidade de Pernambuco (Prevupe) deu início ao período de inscrição, na sexta-feira (30), abrindo oportunidades para estudantes da rede pública do Estado se prepararem para o ingresso no ensino superior. Ao todo, serão oferecidas 10.200 vagas distribuídas em 46 polos localizados em 39 municípios.

As inscrições devem ser feitas exclusivamente pelo portal oficial do Prevupe. É importante ressaltar que as vagas serão preenchidas por ordem de cadastro, portanto, os interessados devem se inscrever o mais rápido possível.

Veja também:   Rogério Leão leva comitiva de prefeitos do Sertão para audiência com Paulo Câmara

Para realizar o cadastro, os candidatos devem preencher completamente o formulário de inscrição e responder ao questionário socioeconômico disponível no portal do Processo de Ingresso. Vale destacar que o curso é gratuito, uma oportunidade valiosa para os estudantes que buscam uma preparação intensiva para os vestibulares.

As aulas presenciais estão programadas para iniciar no próximo sábado (8), às 7h30. Nessa mesma data, os candidatos classificados devem comparecer aos polos escolhidos durante a inscrição para efetuar suas matrículas. É essencial que os estudantes levem consigo os documentos solicitados no edital, a fim de garantir a efetivação da matrícula.

Veja também:   Polícia italiana não vê alvo específico em ataque com bomba

O cronograma das aulas seguirá o seguinte formato: as atividades ocorrerão aos sábados, das 7h30 às 12h30, e também no período da tarde, das 13h30 às 17h30. Além disso, poderá haver aulas aos domingos, caso seja necessário complementar a carga horária estabelecida para o curso.

Podem participar do processo de ingresso gratuito estudantes da rede pública de Pernambuco que já tenham concluído ou estejam regularmente matriculados no 3º ano do ensino médio, assim como egressos do EJA Médio, EJA Campo, Travessia Médio e Normal Médio. Essa iniciativa visa democratizar o acesso à educação e oferecer condições igualitárias aos candidatos, independentemente de sua condição socioeconômica.

Veja também:   Menina de 15 anos é agredida com estilete