Inscritos no CadÚnico ganham isenção do Enem dos concursos
Foto: Arquivo/Agência Brasil

Do FDR

Foi confirmado pelo Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos, que inscritos no CadÚnico ficarão isentos da taxa de inscrição do Concurso Público Nacional Unificado. Por meio deste certame serão preenchidas 6,6 mil vagas de emprego em 21 órgãos públicos federais.

Quem terá direito a isenção do Concurso Nacional?

Hoje, os inscritos no CadÚnico já ficam isentos da taxa de inscrição do Enem (Exame Nacional do Seguro Social), e de concursos públicos em geral. Caso não tivessem esse direito eles teriam que arcar com o valor de R$ 60 para quem vai prestar o Concurso Nacional em cargos do nível médio.

E ainda, R$ 90 para os interessados em concorrer a cargos de nível superior. Serão dispensados do pagamento aqueles que:

  • Constam na base de dados do Cadastro Único, logo têm renda familiar de no máximo meio salário mínimo por pessoa; ou
  • Cursaram faculdade com apoio do Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies) ou do Programa Universidade para Todos (ProUni); ou
  • São doares de medula óssea.
Veja também:   Exportações brasileiras superam marca de US$ 300 bi

Como inscritos no CadÚnico podem pedir a isenção?

pedido de isenção do Concurso Público Unificado começa junto com o período de inscrições. Os inscritos no CadÚnico deverão informar o seu NIS (Número de Identificação Social) para comprovar que estão na base de dados.

  • Inscrições com pedido de isenção: 19 a 26 de janeiro;
  • Inscrições sem pedido de isenção: 19 de janeiro a 9 de fevereiro.

Ao preencher os dados cadastrais, o candidato vai solicitar a isenção e não deve ser gerada a guia de pagamento. O preenchimento dos dados para participação no concurso acontecerá exclusivamente no App do Gov. 

Veja também:   Ex-prefeito celebra recuperação do filho disparos em ST