Inscritos no Pé-de-Meia podem ganhar mais benefícios pelo CadÚnico
JOVENS vão receber valor fixo de R$ 200 mensal pagos pelo Governo (Imagem: FDR)

Por FDR Notícias

Com a iniciativa do Pé-de-Meia, o governo busca reduzir a evasão escolar e criar uma poupança para o futuro desses estudantes. A entrega dos cartões já começou, facilitando o acesso ao benefício e oferecendo uma ajuda financeira direta para quem mais precisa.

O auxílio de R$ 200 do programa Pé-de-Meia é depositado conforme a data de nascimento dos estudantes beneficiados. Até o início de abril, esse valor serve como incentivo para matrícula e será creditado automaticamente em contas digitais criadas pela Caixa Econômica Federal (CEF) para cada estudante.

Receba as manchetes do Farol de Notícias em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), o benefício é concedido uma vez por ano, sem considerar eventuais transferências entre escolas. Se o estudante repetir de série, ele poderá receber o auxílio do Pé-de-Meia novamente, mas somente uma vez por ano letivo.

O programa Pé-de-Meia beneficia estudantes do ensino médio em situação de vulnerabilidade. Destina-se a jovens de famílias carentes registradas no Cadastro Único (CadÚnico).

É importante mencionar, que os beneficiários do programa têm a chance de acumular outros auxílios que também são concedidos pelo CadÚnico. Continue acompanhando para descobrir quais são. Enquanto isso, clicando neste link, eu te explico todas as regras do Pé-de-Meia.

Veja também:   Auxílio Brasil é pago hoje a beneficiários com NIS final 9

Benefícios cumulativos ao Pé-de-Meia

Bolsa Família

Tem direito toda família com renda mensal de até R$ 218 por pessoa. Isso significa que a renda somada de todos os integrantes da família dividida pelo número de pessoas deve ser menor que R$ 218.

Considere o exemplo de uma mãe que cria sozinha três filhos pequenos. Trabalhando como diarista, ela ganha R$ 800 por mês. Como os filhos não trabalham, esses R$ 800 são a única renda da família. Dividindo R$ 800 (renda total) por quatro (número de pessoas na família), o resultado é R$ 200. Como R$ 200 é menor que R$ 218, essa mãe e seus três filhos têm direito a receber o Bolsa Família.

Os principais fatos de Serra Talhada e região no Farol de Notícias pelo Instagram (clique aqui)

As famílias devem cumprir compromissos nas áreas de saúde e de educação. São elas:

  • Realização do acompanhamento pré-natal;

  • Acompanhamento do calendário nacional de vacinação;

  • Realização do acompanhamento do estado nutricional das crianças menores de 7 anos;

  • Frequência escolar mínima de 60% para as crianças de 4 a 5 anos, e de 75% para os beneficiários de 6 a 18 anos incompletos que não tenham concluído a educação básica;

  • A família deve sempre manter atualizado o Cadastro Único (pelos menos, a cada 24 meses).

Veja também:   Mora sozinho? Veja como conseguir o Bolsa Família

Vale-Gás

O calendário do Vale-Gás, é uma medida importante do Governo Federal para auxiliar as famílias de baixa renda, especialmente os idosos, com um botijão de gás gratuito no mês de abril.

Estar inscrito no programa Bolsa Família e ter uma conta ativa no Caixa Tem são requisitos essenciais para receber o benefício. O Vale-Gás é pago aos cidadãos que cumprirem estas regras:

  1. Ter inscrição ativa no Cadastro Único (Cadúnico);

  2. Possuir renda familiar per capita de até meio salário mínimo (R$ 606); OU

  3. Ter renda familiar total igual ou inferior a três salários mínimos;

  4. Recebe também, famílias com renda superior a três salários mínimos, desde que estejam incluídas em programas de transferência de renda implementados pelas três esferas de governo;

  5. Por fim, ter entre os membros da família pessoa que recebe o Benefício de Prestação Continuada (BPC/Loas).

Contudo, é importante lembrar que o alcance do programa é limitado. Sendo assim,  foi liberado algumas regras de prioridade, sendo para:

  1. Famílias com cadastro atualizado no Cadúnico, nos últimos dois anos;

  2. Com menor renda;

  3. Que tenham maior quantidade de integrantes;

  4. Famílias contempladas pelo Auxílio Brasil;

  5. Com cadastro qualificado pelo gestor através do uso das informações da averiguação (se disponíveis).

Veja também:   PIS/Pasep 2024: veja como consultar se você tem direito

Internet Brasil

O programa Internet Brasil, lançado pelo Governo Federal, busca reduzir a exclusão digital ao fornecer acesso gratuito à internet e dispositivos móveis. Sua iniciativa visa alcançar as camadas mais vulneráveis da população, ampliando as oportunidades de educação e trabalho por meio da tecnologia.

Internet Brasil tem como foco os beneficiários do Cadastro Único, buscando atender aqueles que enfrentam desafios no acesso aos serviços digitais. Com uma meta ambiciosa, já beneficiou mais de 700 mil estudantes em diversas cidades, evidenciando seu impacto na promoção da inclusão digital e no acesso à educação de qualidade.

Este projeto não é apenas uma resposta à pandemia, mas uma iniciativa de longo prazo visando tornar a tecnologia um direito universal. Além de facilitar a educação online, busca abrir portas para oportunidades no campo da informação e do desenvolvimento pessoal e profissional.

Em sua essência, a inclusão digital é o pilar central da missão do programa Internet Brasil, visando beneficiar um amplo espectro da população.