Do Diario de Pernambuco

Apoiadores do presidente americano Donald Trump invadiram o Capitólio, interrompendo o processo de certificação da vitória eleitoral do democrata Joe Biden. O episódio foi marcado por violência na capital dos Estados Unidos, resultando em quatro mortes.

De acordo com a polícia de Washington, as quatro vítimas morreram durante a invasão dos extremistas e 14 policiais ficaram feridos. Entre os mortos está uma apoiadora de Donald Trump, que foi baleada pelos próprios seguranças do Capitólio.

Ainda segundo as autoridades, ela foi atingida no ombro e encaminhada para o hospital, onde recebeu atendimento, mas não resistiu aos ferimentos. Não foram divulgados mais detalhes sobre as outras três vítimas, mas a polícia destacou que todas sofreram “emergência médica” do lado de fora do prédio.

A emissora de San Diego (Califórnia), TV KUSI, entrevistou o marido da vítima que a identificou como sendo Ashli Babbit, uma veterana de guerra que serviu durante 14 anos na força aérea. Ele ainda destacou que Babbit era uma grande apoiadora de Trump e muito patriota.