Jovem que pensava ter sinusite descobre câncer raro e precisa ter o olho removido
Jovem que acreditava ter sinusite descobre câncer raro, com um caso a cada milhão de pessoas, e precisa ter o olho removido – Foto: TikTok/Reprodução

Por Folha de Pernambuco

Uma jovem de 28 anos, moradora da Califórnia, nos Estados Unidos, foi surpreendida ao receber o diagnóstico de um câncer raro na cavidade nasal após os médicos pensarem que seu quadro se tratava de uma sinusite. A americana precisou ter o olho direito removido devido ao tumor.

O câncer no local é extremamente raro – no Reino Unido, por exemplo, segundo o Cancer Research UK são somente cerca de 600 casos a cada ano, aproximadamente 2 para cada milhão de britânicos. Em comparação, o câncer de intestino provoca 42,9 mil diagnósticos anualmente na região.

Receba as manchetes do Farol de Notícias em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

A jovem, chamada Annika, compartilhou sua história no TikTok. Na rede social, ela conta que tudo começou quando, em 2023, acordou sentindo a parte interna do seu olho direito dolorida. Logo depois, todo o lado esquerdo de seu rosto começou a doer e a inchar, o que a levou a buscar atendimento consulta médico.

Veja também:   Médicos retiram tumor de 35 kg de mulher com doença rara

Ela foi submetida a uma tomografia computadorizada na emergência do hospital, que revelou uma inflamação ao redor do olho. Os médicos inicialmente pensaram que era uma sinusite – uma infecção dos seios da face. Ela foi tratada com antibióticos, e a dor melhorou. No entanto, cerca de uma semana depois o inchaço voltou.

Os principais fatos de Serra Talhada e região no Farol de Notícias pelo Instagram (clique aqui)

Nos vídeos, ela conta que durante a segunda visita o médico apalpou seu olho e disse: “Isso não parece uma sinusite”. Foi quando eles repetiram a tomografia, que mostrou uma massa “do tamanho de uma bola de golfe”, que “não estava lá há três semanas”, conta Annika.

Veja também:   Reação a antibióticos faz pele de homem 'formar bolhas e descascar'

“A massa estava no seio nasal do lado direito e havia atravessado o osso até a órbita do olho, colocando pressão sobre o globo ocular direito. Essa pressão estava destruindo minha visão” diz a jovem. Após mais exames, ela fez uma biópsia e descobriu, em outubro do ano passado, o diagnóstico de um carcinoma sinonasal SMARCB1 em estágio 4.

“Quase imediatamente comecei a quimioterapia. Mas meu tumor não parou de crescer. Então, depois de nove semanas, terminei a quimioterapia, me recuperei um pouco e fui para a cirurgia em dezembro para remover o tumor. Mas eles também tiveram que retirar o tecido que estava em volta, que incluía meu olho direito. Então o que você vê agora é basicamente um pedaço da minha coxa preenchendo o espaço. Mas me disseram que o inchaço vai diminuir” continua.

Veja também:   Mulher fica em coma por 17 dias após tomar remédio para cólica

No último dia 10, Anikka publicou um vídeo em que atualizou seus seguidores sobre o quadro. Ela conta que infelizmente o tumor voltou e se espalhou por outros órgãos: — Atualmente tenho tumores atrás do enxerto (onde ficava o olho direito), nos pulmões e num linfonodo adjacente aos pulmões. Estou em um plano de tratamento experimental de quimioterapia e imunoterapia para tentar controlar a disseminação do câncer.