Leandro e Leonardo de BH são presos por tentar matar 'Michael Jackson'

Do Diario de PE

Uma história de traição e briga. O resultado foi um homem, Michael Jackson de Assis Almeida, de 31 anos, esfaqueado.

Os autores da tentativa de homicídio, os irmãos Leandro Gil dos Santos, e Leonardo Gil dos Santos, estão presos.

Leandro e o irmão estavam na casa de um parente, no Bairro São José, Região Oeste de Belo Horizonte, de madrugada, quando Michael Jackson chegou ao local e o chamou para uma conversa.

Ao sair na porta, percebeu que Michael Jackson estava com uma faca. Os dois se atracaram e Leonardo aplicou um “mata-leão” em Michael, enquanto Leandro pegou a faca e golpeou a vítima várias vezes.

Veja também:   Clipe da música Thriller completa 35 anos

Com ferimentos no abdômen, braços e pernas, Michael foi levado para o Hospital do Pronto Socorro João XXIII, onde permanece internado.

Motivo da briga

Leandro teria descoberto que a companheira o traía com Michael Jackson no período em que ele tinha ido trabalhar no Rio de Janeiro. E teria jurado vingança.

Por isso, Michael alega ter ido tentar conversar com Leandro, para esclarecer o caso. Ele afirma que não teve qualquer relação com a mulher do autor.

Os irmãos Leandro e Leonardo foram levados para a delegacia, no Barreiro. Leandro teve a prisão preventiva decretada. Leonardo foi ouvido e liberado em seguida.

Veja também:   Batata frita e demência: estudo relaciona óleo de fritura com maior risco de neurodegeneração